"A última palavra ainda era dele", diz o amigo e ex-presidente da CIC sobre Raul Randon - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Amigos04/03/2018 | 00h12Atualizada em 04/03/2018 | 13h24

"A última palavra ainda era dele", diz o amigo e ex-presidente da CIC sobre Raul Randon

O ex-presidente da CIC Nelson Sbabo também está muito comovido com a morte 

"A última palavra ainda era dele", diz o amigo e ex-presidente da CIC sobre Raul Randon Julio Soares,Objetiva/Divulgação
Foto: Julio Soares,Objetiva / Divulgação

O ex-presidente da CIC Nelson Sbabo também está muito comovido com a morte de seu Raul Randon. Emocionado, ele falou a pouco com o Pioneiro e disse que Caxias perdeu um personagem insubstituível. 

– Ele (Raul Randon) vai fazer muita falta. Como líder, como empresário, como ser humano – destaca.

Sbado conheceu seu Raul no início da década de 60, quando ele ainda tinha uma oficina mecânica na Rua Matheo Gianella, em Caxias do Sul.

– Fui lá oferecer material de construção, pois fiquei sabendo que ele iria contruir uma grande empresa.

A partir daí, a convivência só se intensificou. Randon foi seu grande parceiro enquanto Sbado esteve à frente da presidência da CIC 2016/2017. 

– Além da tristeza, fica o temor de quem irá substituí-lo. A família é muito unida e ele transferiu os cargos para seus filhos. Mas, Raul ainda participava ativamente da direção da empresa. A última palavra ainda era a dele sobre as principais decisões.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros