Vinícola caxiense tira rolha de novas instalações em Galópolis  - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte12/02/2018 | 08h00Atualizada em 12/02/2018 | 08h00

Vinícola caxiense tira rolha de novas instalações em Galópolis 

Com a nova construção, a Quinta Don Bonifácio tem planos de reforçar em 30% o número de garrafas de vinhos e espumantes vendidas no ano

Vinícola caxiense tira rolha de novas instalações em Galópolis  Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Depois de cinco anos em construção e pesquisas, a Vinícola Quinta Don Bonifácio tirou a rolha de suas novas instalações, em área de 2,8 mil metros quadrados, na Estrada São Francisco, na 4º Légua, em Galópolis. Situada em uma paisagem privilegiada,  em meio a 50 hectares de vinhedos, a vinícola foi desenvolvida seguindo três conceitos: funcionalidade, tecnologia e sustentabilidade.

A Família Vergani, tendo como sócios majoritários José Gilberto Vergani e Tânia Vergani Sirtori, não só batalhou para exibir uma vinícola-modelo em Caxias, como a nova estrutura ajuda a dar vazão às uvas produzidas e a completar a vocação da propriedade para o enoturismo e como fabricante de vinhos de excelência.

Além de Galópolis, a família possui vinhedos em Santa Lúcia do Piaí, em área de maior altitude, de onde as uvas são transportadas até a cantina para serem processadas. Os parreirais geram 12 empregos diretos, além da mão de obra familiar.

– A vinícola foi projetada para vinificação por gravidade, sem a utilização de bombas, o que favorece a qualidade do vinho. Utilizamos maquinário de alta tecnologia para extrair a melhor qualidade dos grãos – salienta Marina Libardi, diretora comercial da empresa.

 Com a nova construção, a Quinta Don Bonifácio tem planos de ampliar a equipe em três contratações até a metade do ano e de reforçar em 30% o número de garrafas de vinhos e espumantes vendidas no ano, com foco no enoturismo, em eventos e nas exportações.

– O turismo gera consumo em todas as áreas. Caxias precisa acreditar no potencial e ter orgulho dos produtos elaborados aqui. O turismo gastronômico e o enológico crescem muito em âmbito mundial. Precisamos aproveitar, pois somos uma região única no Brasil que pode aliar isso tudo – destaca Marina.

Atenta a esse potencial, a empresa agregará à estrutura dois espaços de eventos, em fase de construção, para até 200 pessoas.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros