Rede Havan busca comprar área entre Caxias do Sul e Farroupilha há dois anos - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Investimentos 02/02/2018 | 10h36Atualizada em 02/02/2018 | 10h45

Rede Havan busca comprar área entre Caxias do Sul e Farroupilha há dois anos

Construtora chegou a desenvolver projeto para terreno de 10 hectares às margens da ERS-122

Rede Havan busca comprar área entre Caxias do Sul e Farroupilha há dois anos Cleber Gomes/Agencia RBS
Foto: Cleber Gomes / Agencia RBS

O anúncio oficial da Havan de investimentos de R$ 1,5 bilhão em 50 lojas no Estado foi feito nesta semana, mas a rede catarinense vem articulando a compra de uma área na Serra há cerca de dois anos. O interesse de instalação é em uma das rodovias mais movimentadas da região, a ligação entre Caxias do Sul e Farroupilha. Interlocutores do dono da Havan, Luciano Hang, já contaram construtoras e proprietárias de terrenos nesta área nobre.

Uma das empresas que chegou a desenvolver um projeto para uma área de 10 hectares às margens da ERS-122 foi a RPP. Conforme o diretor Rodrigo Postiglione, a rede catarinense tinha interesse na compra de uma área entre o Viaduto Torto e o acesso ao Samuara no sentido Farroupilha-Caxias, porém o negócio acabou não fechando por questões de preço. O projeto incluía uma área ampla para abrigar também estacionamento e outros projetos parceiros, como casas de lanches.

Leia mais
Caxias do Sul está na rota de investimentos da Havan

No ano passado, a rede voltou a procurar a Secretaria de Desenvolvimento do município para manifestar o interesse em entrar no mercado regional. O atual titular da pasta, Emílio Andreazza, disse que não foi procurado diretamente pelo dono, mas foi contatado recentemente por construtoras que estão em contato com responsáveis pela expansão da rede.

O dono da marca afirma que uma das condições para que a Havan se instale é que o que município tenha legislação que permita abertura do comércio em sábados, domingos e feriados. O presidente do Sindilojas de Caxias, Sadi Donazzolo, destaca que a cidade não tem lei impedindo a abertura aos finais de semana, mas destaca que os feriados trabalhados dependem de negociação coletiva. Donazzolo não foi procurado pela rede para tratar desse assunto.

Leia também
Serra Gaúcha ganha primeira franquia da rede de restaurantes Bob's 
Diária para casal no melhor hotel do Brasil varia de R$ 600 a R$ 4,5 mil 


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros