É possível abastecer a R$ 3,80 em Caxias do Sul - Economia - Pioneiro
 

Combustíveis21/02/2018 | 18h38Atualizada em 21/02/2018 | 18h38

É possível abastecer a R$ 3,80 em Caxias do Sul

Queda do preço da gasolina chegou a R$ 0,50 nos últimos 10 dias

É possível abastecer a R$ 3,80 em Caxias do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
O posto mais barato é o São Pelegrino. Em um tanque de 50 litros dá para economizar até R$ 34 Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A redução do preço da gasolina finalmente chegou em boa parte dos postos de combustíveis de Caxias do Sul. Na tarde de hoje foi possível encontrar gasolina a R$ 3,80 o litro, à vista e em dinheiro.  A briga entre os postos foi evidente durante a tarde. Em menos de duas horas pelo menos dois postos alteraram seus preços, para baixo.

Pesquisa realizada entre as 14h e 15h pelo Pioneiro em 17 postos,  constatou que pelo menos seis estão com o valor abaixo dos R$ 4. Mas é preciso ficar atento, pois ainda tem locais em que o preço beira os R$ 4,50. 

No último levantamento, em 10 de janeiro, o preço mais barato era de R$ 4,29 — R$ 0,39 mais caro. Pesquisa feita pela  Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), nos dias 14 e 15 de fevereiro, aponta  para média de R$ 4,34 do litro da gasolina comum em Caxias. 

Nos últimos seis meses, o preço médio subiu 17,62% nos postos de combustíveis do Rio Grande do Sul e encostou nos R$ 4,35 em janeiro. O reajuste foi 10 vezes maior do que o da inflação do período, que ficou em 1,74%, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).  

A Petrobras adotou essa modulação a partir de 4 de julho e vinculou o aumento da gasolina ao dólar e ao preço internacional do barril do petróleo. Isso é diário. Na prática só trouxe transtornos. O consumidor não sabe mais quando os preços sobem ou baixam. E mais: quando os índices anunciados pela Petrobras são para baixo, dificilmente esta redução chega às bombas, pelo menos de imediato. 

O menor preço

Em Caxias,  o preço mais  barato do litro é de R$ 3,80 no posto São Pelegrino. O mais caro é o Petrotech, com valor de R$ 4,489 o litro. A maioria dos postos pesquisados ainda exibem preços acima de R$ 4. Portanto, a dica é pesquisar. A economia para um tanque de 50 litros pode chegar a R$ 34. 

O diretor comercial do São Pelegrino alerta para o atual movimento que está acontecendo nos postos locais. 

— Sempre trabalhamos (São Pelegrino) com o menor preço, porque  optamos pela bandeira branca e compramos em dinheiro das refinarias. Em Caxias, segundo ele, é incomum a redução de valores que beiram ao preço de custo. 

O presidente do Sindipetro Serra Gaúcha, Luiz Henrique Martiningui, diz que os preços praticados nos últimos dias podem ser apenas promoções das revendas e que podem não serem sustentados por muito tempo, já que os custos de operação pouco mudaram.

Efeito cascata

A gasolina não foi a única vilã do bolso dos consumidores: o botijão de gás de cozinha subiu em média 13,39% de julho até janeiro. Em dezembro passado, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o reajuste anual nas tarifas de energia da CEEE, que ficou em 29,29% para os consumidores residenciais e de 33,54%  às indústrias. Energia e combustíveis foram os responsáveis por não se sentir tanto o efeito da inflação baixa de 2017.

Foto:





 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros