Dono da Havan entrou em contato pessoalmente com prefeitura da Serra Gaúcha - Economia - Pioneiro
 

Negociação 20/02/2018 | 14h17Atualizada em 20/02/2018 | 14h18

Dono da Havan entrou em contato pessoalmente com prefeitura da Serra Gaúcha

Secretário de Desenvolvimento Econômico do município diz que tratativas com a rede de varejo catarinense são semanais

Dono da Havan entrou em contato pessoalmente com prefeitura da Serra Gaúcha Cleber Gomes/Agencia RBS
Marca catarinense pretende abrir 50 lojas no Rio Grande do Sul Foto: Cleber Gomes / Agencia RBS

Caxias do Sul pode estar na lista das primeiras cidades gaúchas que terão uma loja da Havan no Rio Grande do Sul. O anúncio dos locais que receberão o investimento está marcado para esta quarta-feira. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego da cidade da Serra, Emílio Andreazza, desde a visita ao Estado no início do mês do presidente da Havan, Luciano Hang, a prefeitura tem conversado semanalmente com interlocutores da rede de varejo catarinense. Além do contato com o diretor Nilton Hang, o próprio presidente da Havan procurou o município.

Leia mais:
Prefeitura demonstra interesse em trazer Havan para Caxias
Rede Havan busca comprar área entre Caxias do Sul e Farroupilha há dois anos 

— A gente sabe que há o interesse da Havan na nossa cidade, mas não sabemos mais detalhes de como e onde vai ser — afirmou o secretário Emílio Andreazza.

Os principais questionamentos para o município tem relação com a legislação municipal e o tempo de duração para trâmites de instalação, além de perguntas sobre o perfil da cidade, inclusive para contratação de mão de obra.

Na visita ao Rio Grande do Sul, Hang já havia afirmado que uma das condições para que a Havan se instale é que o que município tenha legislação que permita abertura do comércio em sábados, domingos e feriados. O presidente do Sindilojas de Caxias, Sadi Donazzolo, já também já havia destacado que a cidade não tem lei impedindo a abertura aos finais de semana, mas ressaltou que os feriados trabalhados dependem de negociação coletiva.

 Leia também:
Após Carnaval, Conselho Tutelar busca coibir consumo de álcool por adolescentes em Caxias
Polícia Civil flagra venda de drogas no bairro Madureira, em Caxias 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros