Comércio de Caxias do Sul terá prejuízo com 11 feriados no ano - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Perdas03/01/2018 | 08h00Atualizada em 03/01/2018 | 10h07

Comércio de Caxias do Sul terá prejuízo com 11 feriados no ano

Entidades caxienses confirmam perdas, mas não há projeção

Comércio de Caxias do Sul terá prejuízo com 11 feriados no ano Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O comércio brasileiro deve perder mais de R$ 11 bilhões devido aos feriados nacionais em 2018, segundo a previsão da Fecomércio-SP. No Rio Grande do Sul e em Caxias do Sul, as entidades do segmento ainda não têm uma projeção das perdas. De acordo com a Fecomércio-RS, o grande número de feriados em dias úteis vai impactar negativamente nos resultados do varejo. Considerando datas do calendário nacional e estadual, serão ao todo 11 feriados (10 nacionais e um estadual) em dias úteis no decorrer do ano no Rio Grande do Sul, o mesmo número de feriados do ano passado.  À lista de feriados, devem ser adicionados o Dia de Tiradentes e a data regional de Nossa Senhora de Caravaggio no dia 26 de maio, ambos em sábados. Ao todo, são 13 feriados no ano (veja lista).

De acordo com o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, nos casos de feriados próximos ao final de semana, parte da demanda local tende a ser absorvida por regiões com maior apelo turístico.

– Litoral e Serra são regiões que acabam sendo beneficiadas em virtude da atração de turistas, melhorando os resultados da hotelaria e do comércio dessas localidades. Por outro lado, o comércio e a hotelaria das demais regiões sofrem com a alteração da rotina de trabalho das pessoas – afirma o dirigente. 

Para enfrentar o cenário negativo, a Fecomércio-RS recomenda a adoção de estratégias que atraiam e fidelizem o consumidor para evitar perdas significativas nos feriados.

– A maior parte da queda de vendas nessas datas está relacionada à alteração da rotina das pessoas. Assim, é fundamental que as empresas consigam participar dessas mudanças, intensificando estratégias de aproximação com os clientes – recomenda o presidente da Fecomércio-RS.

Segundo Bohn, é importante conhecer os hábitos de consumo dos clientes e ser criativo para ofertar produtos que eles possam usufruir em seus momentos de lazer e descanso. Entre as dicas, está a de disponibilizar ferramentas como o comércio eletrônico e ampliar a divulgação de produtos e promoções em redes sociais.

O presidente do Sindicato Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do Sul (Sindigêneros), Eduardo Slomp, garante que há perdas principalmente nos feriados durante a semana. Ele diz que a entidade pretende reunir os filiados nas próximas semanas para fazer uma projeção para esse ano.

– Temos que analisar em quais os dias vão cair os feriados. Não se recuperam as vendas perdidas devido a um feriado. Nas quintas, sextas e sábados, dias de maiores vendas nos supermercados, o prejuízo é ainda maior.

A 1ª vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Caxias do Sul (Sindilojas), Idalice Teresinha Manchini, também garante que os feriados causam prejuízos para o comércio.

– Sempre tem prejuízo quando tem feriadão.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros