Marcopolo, de Caxias, suspende atividades por mais uma semana em função do incêndio - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte06/09/2017 | 17h51Atualizada em 06/09/2017 | 18h03

Marcopolo, de Caxias, suspende atividades por mais uma semana em função do incêndio

Empresa divulgou comunicado em que prorroga retorno de toda a equipe para a segunda-feira do dia 18 de setembro

Marcopolo, de Caxias, suspende atividades por mais uma semana em função do incêndio Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Em função do incêndio que destruiu a sua unidade de plásticos, na tarde do último domingo, a Marcopolo comunica ao mercado que a suspensão parcial das atividades das áreas de Produção, Plásticos, Qualidade e Logística se estenderá até 15 de setembro nas unidades Ana Rech e Planalto.

Ou seja, a previsão de que as equipes voltassem ao trabalho na próxima segunda-feira foi adiada em uma semana, para a segunda-feira do dia 18. As demais áreas da empresa seguem trabalhando normalmente, abrangendo cerca de 1 mil trabalhadores.

No comunicado, a companhia informa que está "totalmente mobilizada para retomar as atividades produtivas o mais rápido possível, tendo estruturado um comitê responsável pela coordenação de todas as ações necessárias".

Entre as alternativas buscadas estão parcerias que ainda estão na fase de estudo com empresas terceirizadas, como a Agrale. A maior fábrica de carrocerias de ônibus da América Latina conta com 6,8 mil funcionários em Caxias do Sul.
Desses, 600 trabalhavam na unidade de plásticos que foi atingida. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros