Preço da gasolina cai R$ 0,32 em Caxias ao longo de 2017 - Economia - Pioneiro

Combustíveis19/07/2017 | 08h00Atualizada em 19/07/2017 | 10h39

Preço da gasolina cai R$ 0,32 em Caxias ao longo de 2017

De janeiro a julho, segundo a ANP, o valor médio do combustível em Caxias baixou de R$ 3,99 para R$ 3,67

Preço da gasolina cai R$ 0,32 em Caxias ao longo de 2017 Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Preço médio de julho é o menor desde novembro de 2015  Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O preço da gasolina está em queda livre em Caxias do Sul. De janeiro a julho, o valor médio do combustível passou de R$ 3,99 a R$ 3,67 nos postos caxienses, conforme levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Esse é o menor patamar desde novembro de 2015. A redução acumulada em 2017 chega a 8%, o que representa uma economia de R$ 0,32 por litro abastecido.

Leia mais:
Lojistas torcem pela constância do frio para liberar estoques do inverno
Caxias do Sul tem uma Flores da Cunha de desempregados
Caxias do Sul fecha 542 postos em junho

Por trás desse movimento está a mudança na política de reajustes da Petrobras, procurando manter a paridade com o mercado internacional. Desde outubro de 2016, a estatal começou a fazer, pelo menos, uma alteração por mês. No caso de Caxias, o preço médio praticado pelos distribuidores na hora de vender aos postos caiu de R$ 3,46 a R$ 3,12 nos últimos sete meses, uma redução de 10%. Com isso, o consumidor viu a gasolina baixar no decorrer deste ano.

Em meio a esse cenário, alguns postos da cidade até fizeram promoções reduzindo os preços além da média. Nos últimos dias, determinados estabelecimentos chegaram a comercializar o litro de gasolina por R$ 3,17 e até por R$ 3,09.

– Algumas promoções mais arrojadas que temos visto, analisando pelo ponto de vista do consumidor, são interessantes. Mas pelo lado do negócio, não é sustentável. Temos que analisar (as promoções) com cautela – acredita Luiz Henrique Martiningui, presidente do Sindipetro Serra, entidade que representa os postos da região.

Até pela flexibilidade da nova política da Petrobras, com anúncios constantes de variação para cima ou para baixo, Martiningui afirma que é difícil prever se a tendência de queda seguirá. Na segunda-feira, a estatal definiu um aumento de 0,7% na gasolina nas refinarias, que poderá refletir nos postos nos próximos dias.


Evolução do preço médio em Caxias

Caxias no meio, comparada com outras cidades

Entre as 40 cidades do Rio Grande do Sul analisadas semanalmente pela ANP, Caxias do Sul fica no meio da tabela de preços divulgada ao final da segunda semana de julho. Ou seja, há 19 municípios gaúchos com combustível mais barato que o de Caxias, enquanto existem outras 20 cidades onde abastecer sai mais caro. Na Serra, além dos postos caxienses, a agência analisa o mercado em Bento Gonçalves, Gramado e Vacaria.

As queixas de motoristas caxienses de que a gasolina local tem preço maior do que o praticado em municípios próximos, como Bento, Garibaldi ou Flores da Cunha, levaram o Procon a buscar informações sobre a precificação do combustível em Caxias e em outras cidades serranas.

Segundo o coordenador do Procon Caxias, Luiz Fernando Horn, o objetivo é, com a intermediação do Sindipetro, fazer com que alguns postos encaminhem as informações sobre os valores de compra e venda. Os estabelecimentos selecionados não seriam identificados. 

O monitoramento, porém, não tem data definida para começar. Entre outros aspectos, ainda é necessário definir qual vai ser o orçamento necessário para tirar a iniciativa do papel. Conforme Horn, a entidade que representa os postos já deu sinal verde à ação.

– Amanhã ou depois, o consumidor de Caxias poderá optar por abastecer em Caxias ou até trocar de cidade. Apesar da fixação de preço ser livre, ele (consumidor) tem direito de saber o porquê de o preço ser mais caro em relação a outras cidades – pondera Horn.

O presidente do Sindipetro Serra ressalta que o preço da gasolina em Caxias é guiado principalmente pelo valor de compra junto às distribuidoras. Além disso, de acordo com Martiningui, o custo de operação de um posto caxiense é mais alto se comparado com o de um estabelecimento situado em outra cidade da região. O dirigente do Sindipetro lembra, por exemplo, que os aluguéis em Caxias costumam ser mais caros.

Ranking de preços pelo Rio Grande do Sul (R$ por litro)

1 Sapiranga – 3,154
2 Novo Hamburgo – 3,177
3 São Leopoldo – 3,274
4 Sapucaia do Sul – 3,281
5 Osório – 3,473
6 Gravataí – 3,497
7 Esteio – 3,504
8 Guaíba – 3,506
9 Passo Fundo – 3,522
10 Santa Cruz do Sul – 3,524
11 Tramandaí – 3,551
12 Canoas – 3,568
13 Torres – 3,569
14 Cachoeirinha – 3,63
14 Santa Maria – 3,63
16 Lajeado – 3,638
17 Viamão – 3,639
18 Bento Gonçalves – 3,64
19 Porto Alegre – 3,648
20 Caxias do Sul – 3,679
21 Ijuí – 3,699
22 Santa Rosa – 3,717
23 Erechim – 3,73
24 Pelotas – 3,732
25 Palmeira das Missões – 3,739
26 Cachoeira do Sul – 3,74
27 Vacaria – 3,741
28 Alvorada – 3,744
29 Santo Ângelo – 3,763
30 São Luiz Gonzaga – 3,832
31 Gramado – 3,838
32 Cruz Alta – 3,871
33 Rio Grande – 3,872
34 Santana do Livramento – 3,894
35 São Borja – 3,90
36 Caçapava do Sul – 3,957
37 Alegrete – 3,98
38 Uruguaiana – 3,984
39 São Gabriel – 4,024
40 Bagé – 4,145

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPioneiro Esportes https://t.co/1MgOxX9oJV #pioneirohá 11 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comHomem é baleado após suposta briga por demarcação de terra no bairro Cruzeiro, em Caxias https://t.co/R5qPBEHTzI #pioneirohá 14 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros