'Pouco sentei em bancos de colégio. Mas sentei no banco do trabalho' - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte26/06/2017 | 18h05Atualizada em 26/06/2017 | 18h05

'Pouco sentei em bancos de colégio. Mas sentei no banco do trabalho'

Raul Anselmo Randon, 87 anos, foi homenageado pela CIC de Caxias pela sua contribuição no desenvolvimento econômico e social da região, do Estado e do país

'Pouco sentei em bancos de colégio. Mas sentei no banco do trabalho' Julio Soares/divulgação
A partir da esquerda, Dagoberto Lima Godoy, Raul Randon, Nelson Sbabo e José Quadros dos Santos Foto: Julio Soares / divulgação

Ele fundou um império industrial que emprega quase 8 mil pessoas diretamente em 12 fábricas no mundo. Criou a RAR, empresa agropecuária de Vacaria que trabalha com maçãs, vinhos, azeites de oliva e queijos. Plantou a semente do projeto Florescer, oferecendo aulas de idioma, música e cidadania no turno inverso ao escolar a jovens em situação de vulnerabilidade social. Foi presidente da CIC de Caxias de 1975 a 1978. No final de maio, entrou para a história como o primeiro empreendedor brasileiro a conquistar a Láurea Doutor Honoris Causa em Ingegneria Gestionale, concedida pela Universidade de Pádua, na Itália.

 Raul Anselmo Randon, 87 anos, ampliou ainda mais seu portfólio de prêmios ao ser homenageado nesta segunda-feira, durante a reunião-almoço, na sua casa empresarial, a CIC de Caxias, ao lado da esposa Nilva Randon, dos cinco filhos, David, Roseli, Alexandre, Maurien e Daniel, e demais familiares.

Ao entregar a medalha e um diploma em reconhecimento à sua contribuição no desenvolvimento econômico e social da região, do Estado e do país, o atual presidente da CIC, Nelson Sbabo, afirmou que sentia-se pequeno, mas crescia em estatura, orgulho e importância, ao ser o porta-voz dessa ¿simples e singela¿ homenagem. Para distinguir o executivo, também subiram ao palco os presidentes dos conselhos Superior e Deliberativo da entidade, Dagoberto Lima Godoy e José Quadros dos Santos, respectivamente.

Sbabo enalteceu ainda a conquista de Seu Raul na Europa, dizendo que Caxias do Sul e o empresariado sentiam-se reconhecidos também.Seu Raul, bastante emocionado, relatou o rigor com que essa láurea é entregue por uma das mais antigas universidades do mundo, fundada em 1222. Um vídeo sintetizou a partir de imagens a importância da condecoração, que contou com a presença da família de Seu Raul e do reitor da UCS, Evaldo Antonio Kuiava. Com isso, o empresário obteve o título de doutor engenheiro.

– Fiquei muito satisfeito com a homenagem na Itália, terra dos meus antepassados. Eu represento uma empresa que faz parte do nosso país, e a parte social sempre me interessou. Sou uma pessoa que poucas vezes sentou no banco do colégio. Mas sentei no banco do trabalho – discursou Raul Randon, aplaudido de pé por cerca de 200 pessoas presentes ao evento, usando de sua principal característica: a simplicidade.

– Disseram que era uma homenagem simples. Eu sou simples também – complementou.

David Randon agradeceu o reconhecimento em nome da família.

– Ele é um exemplo. É um momento muito especial – afirmou, agradecendo ¿o carinho ao nosso pai¿.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros