O que o turismo de Bento Gonçalves tem e que falta a outras cidades? - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte07/06/2017 | 17h30Atualizada em 07/06/2017 | 17h30

O que o turismo de Bento Gonçalves tem e que falta a outras cidades?

Integração, articulação e pensamento coletivo são estratégias fundamentais para impulsionar o setor

O que o turismo de Bento Gonçalves tem e que falta a outras cidades? Gilmar Gomes/Divulgação
Capela das Neves foi construída no início do século passado, em tempos de intensa seca, a partir do barro amassado com vinho, e encanta turistas Foto: Gilmar Gomes / Divulgação

Bento Gonçalves tem como um dos diferenciais a afinada articulação turística entre roteiros, vinícolas, empreendimentos, Secretaria de Turismo, Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho, Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), entre outros órgãos e entidades.
Esse é o pano de fundo para que as empresas, os eventos e os roteiros mostrem força e comprovem que a integração entre iniciativas privada e pública é fundamental.

Verificou-se isso no último final de semana, quando fechou a programação do Dia do Vinho. As vinícolas recebiam turistas curiosos por explorar o inesgotável mundo de Baco. Os restaurantes estavam concorridos. Na noite de sábado, o Wine Festival lotou a Rua Coberta (sim, em Bento Gonçalves), com vinícolas e food trucks vendendo taças de bebidas e petiscos, animados por shows.

O que encanta é como o turismo está estruturado e profissionalizado. Um motorista de van falava com propriedade da história dos pontos turísticos enquanto conduzia um grupo de visitantes ao Vale dos Vinhedos e a Pinto Bandeira.

Um dos detalhes históricos curiosos no primeiro roteiro, no Vale, foi a Capela das Neves (foto), construída no início do século passado, em tempos de intensa seca, a partir do barro amassado com vinho, em vez de água. Cada família doou parte da bebida de seus porões para edificar a igreja.

Os atendentes das vinícolas têm formação (alguns em enologia) e seduzem os apreciadores com uma imersão na história da cantina e nas especificidades de cada vinho, em módulos de degustação de impressionar rotas internacionais.

A gastronomia? Bom, seria redundante falar sobre isso. Esse é um patrimônio cultural de toda a Serra, enquanto ¿as experiências¿ turísticas são diferenciais que precisam ser criados para cativar os visitantes. Caxias do Sul tem atrativos, faltam integração, articulação e o pensar coletivo.

A saber: Bento Gonçalves possui cinco roteiros turísticos: Vale dos Vinhedos, Caminhos de Pedra, Vale do Rio das Antas, Rota Rural Encantos de Eulália e Maria Fumaça.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comJovem morre após capotamento no Viaduto do Torto, em Caxias https://t.co/DPWMiEYRUz #pioneirohá 43 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFrio e Festival de Cinema mantêm ocupação acima de 90% nos hotéis de Gramado https://t.co/8KRijHC6DM #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros