Audiência no Ministério da Fazenda reivindica estímulo à exportação de pellets - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte26/06/2017 | 18h00Atualizada em 26/06/2017 | 18h00

Audiência no Ministério da Fazenda reivindica estímulo à exportação de pellets

Energia 100% ecológica impulsiona atividade da Piomade Indústria de Madeiras, de Farroupilha. Setor pede reconhecimento do governo

Uma audiência com assessores técnicos do Ministério da Fazenda e com representantes gaúchos do setor da madeira, intermediada pelo deputado federal Mauro Pereira (PMDB-RS), levantou um assunto ainda novo na matriz econômica brasileira: a importância de reconhecer e incentivar o desenvolvimento dos pellets.

Trata-se de resíduos de madeira prensados, em formato cilíndrico, e largamente utilizados na Europa como energia 100% ecológica para o aquecimento de lareiras e de caldeiras.

A Piomade Indústria de Madeiras, de Farroupilha, é pioneira na fabricação de pellets, com a maior parte da demanda sendo enviada para Itália, Estados Unidos e França. A companhia busca incentivos por parte do governo federal, como a inserção no Reintegra, programa que ¿devolve¿ aos empresários parte do valor exportado em produtos manufaturados via créditos do PIS e Cofins.

Participaram do encontro Giovane Piovesan, gerente administrativa, e João Domingos Piovesan, diretor da Piomade, além de Serafim Quissini, presidente do Sindmadeira-RS. Outras sete empresas de pellets, inclusive gaúchas, buscam estímulos para começar a exportar, enquanto desbravam o mercado nacional.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros