Vacaria briga para atrair empresa chinesa de biodiesel - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte04/05/2017 | 06h30Atualizada em 04/05/2017 | 06h30

Vacaria briga para atrair empresa chinesa de biodiesel

Para segurar investimento, município busca a doação de terreno do governo do Estado, no qual seria instalado um distrito industrial

Vacaria está batalhando para atrair a construção de uma fábrica chinesa de óleo vegetal, biodiesel e derivados, com potencial de faturamento bruto anual de R$ 1,6 bilhão.Se conseguir segurar o investimento, o município seria beneficiado com 120 empregos diretos, 1,4 mil no campo e outros 5 mil indiretos.

Mas, para se habilitar a concorrer, Vacaria precisa dar uma contrapartida: a doação de uma área de 30 hectares, atualmente pertencente ao Estado.

– A ideia é que o Estado doe ao município 100 hectares, para que possamos fazer um distrito industrial e instalar essa empresa, entre outros empreendimentos nessa área – explicou o prefeito de Vacaria, Amadeu Boeira, que esteve reunido na última semana, em Porto Alegre, com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco.

A solicitação é clara: que o governo repasse para Vacaria esse terreno que não está sendo utilizado. Agilidade é fundamental para o Estado não perder oportunidades de se reerguer. Ou a burocracia prevalecerá?

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comUnião De Zorzi é campeão do Municipal de Futebol Amador de Caxias do Sul https://t.co/oEKkfbZs8v #pioneirohá 6 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comhttps://t.co/5yA7rFuOab https://t.co/sadDNhifRj #pioneirohá 7 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros