Startup Weekend resulta em 10 projetos de empresas - Economia - Pioneiro

Empreendedorismo22/05/2017 | 08h00Atualizada em 22/05/2017 | 08h00

Startup Weekend resulta em 10 projetos de empresas

Evento realizado na UCS reuniu 96 pessoas interessadas em abrir uma startup

Startup Weekend resulta em 10 projetos de empresas Roni Rigon/Agencia RBS
Nora (D) é um dos componentes do grupo que criou uma plataforma para cruza de cavalos crioulos Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Entre sexta-feira e domingo, 96 jovens passaram por uma espécie de maratona do empreendedorismo. Eles participaram da terceira edição do Startup Weekend, realizado na Universidade de Caxias do Sul (UCS). Na ocasião, dividiram-se em grupos com o objetivo de criar um produto ou serviço inovador. Tudo isso sob a supervisão e consultoria de profissionais experientes em áreas como administração, desenvolvimento, design e marketing. Esse esforço resultou na concepção de 10 propostas de negócios.

A coordenadora do programa de empreendedorismo da UCS, Elóide Pavoni, explica que a iniciativa auxilia os participantes a descobrir a viabilidade de suas ideias, testando-as e aprimorando-as a partir da interação com os companheiros de grupo e o contato com especialistas.

– Conversar com potenciais clientes, empreendedores e trocar ideias com pessoas de diferentes áreas reduz a possibilidade de fracasso de um empreendimento – salienta Elóide.

Nos três dias de maratona, os participantes enfrentam, de maneira acelerada, as diferentes etapas para a criação de um negócio. Dos 10 grupos que se formaram nesta edição, a maioria tem o objetivo de realmente levar o projeto ao mercado. É o caso do grupo que criou o Cavalo Campeão, uma plataforma que pretente auxiliar os criadores de cavalo crioulo a encontrar o parceiro ou parceira ideal para a reprodução dos animais.

– Aqui passamos por uma imersão de 56 horas, claro que não é o suficiente para validar toda a ideia. Dependendo de como formos avaliados, talvez daremos continuidade – aponta Rafael Nora, um dos desenvolvedores do Cavalo Campeão, ao lado de mais oito participantes.

Área da saúde foi a que mais atraiu projetos

Giuriolo (E) enfatiza que troca de experiências entre o grupo foi fundamental para desenvolver o MedPreços Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A área da saúde foi a mais contemplada entre os projetos de startups que passaram pelo encontro. Uma das iniciativas elaboradas neste fim de semana foi uma plataforma de busca de medicamentos chamada MedPreços. O aplicativo pretende ajudar o usuário a encontrar os locais onde determinado remédio é vendido e permite a comparação de preços entre os estabelecimentos.

– A ideia começou de um jeito diferente. Por isso, é bom termos pessoas no grupo de diferentes áreas. Onde a minha ideia falta, a do colega supre. Ou onde a ideia dele falta, a minha pode suprir – constata Bruno Giuriolo, um dos criadores do produto, junto com os outros colegas do grupo (na foto acima).

Outro produto que começou a ser desenvolvido no Startup Weekend está voltado à terceira idade. Trata-se do I Care You, uma pulseira que mede movimentos e os sinais vitais dos idosos 24 horas por dia. Segundo um dos integrantes do grupo que desenvolveu a proposta, o acessório enviaria, em caso de uma queda brusca ou alterações nos batimentos cardíacos, um sinal de aviso a um familiar ou a um centro clínico de preferência do paciente.

– Funcionaria com a cobrança de uma mensalidade do serviço de monitoramento. A ideia surgiu neste fim de semana. Apostamos que ela vai, sim, para o mercado – explica Carlos Nadal, um dos componentes do grupo, com oito pessoas ao todo.

As etapas da ideia ao negócio

Ideia - Os participantes sugerem ideias de serviços ou produtos, e as mais votadas são executadas por eles. Posteriormente, eles são divididos em grupos de trabalho.

Problema - Nesta etapa, os grupos têm de definir qual é o problema que será resolvido pelo produto ou serviço que realizarão.

Validação - Aqui, cada grupo tem de buscar elementos que ajudem a confirmar ou a descartar a viabilidade da ideia inicial. Caso a ideia não seja boa o suficiente, ela poderá ser modificada até se tornar mais competitiva.

Solução - Os participantes precisam estabelecer como o seu produto ou serviço vai resolver um problema que ainda não foi contemplado pelas soluções existentes no mercado.

MVP - Um dos pontos mais importantes é a criação de um Minimum Viable Product (MVP, ou Mínimo Produto Viável). O MVP é uma espécie de protótipo da ideia que irá ao mercado.

Venda - A fase de venda é importante para que o grupo analise a melhor estratégia para levar o produto ao mercado, como e onde será comercializado.

Pitch - Vencida todas as etapas anteriores, os grupos apresentam uma ¿pitch¿, um resumo de sua proposta de negócio para os jurados.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEstacionamento na Avenida Rio Branco volta a operar em Caxias https://t.co/s6RxA2Xnx1 #pioneirohá 57 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPolícia prende suspeito de assassinar comerciante em Caxias do Sul https://t.co/AWriSk9miy #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros