'Quem não pode ser punido é o país, diz presidente da Federasul - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte22/05/2017 | 06h10Atualizada em 22/05/2017 | 06h10

'Quem não pode ser punido é o país, diz presidente da Federasul

Simone Leite palestra nesta segunda-feira na CIC de Caxias do Sul

'Quem não pode ser punido é o país, diz presidente da Federasul divulgação/divulgação
A dirigente apontou como efeitos drásticos ao cenário a elevação do risco-Brasil, a alta da inflação e a interrupção da trajetória de queda da taxa de juros Foto: divulgação / divulgação

A primeira reunião-almoço da CIC de Caxias após a onda de denúncias envolvendo o presidente Michel Temer atordoar o Brasil promete ser concorrida, nesta segunda-feira. Subirá à tribuna do evento alusivo aos 20 anos do Conselho da Empresária uma das principais lideranças empresariais do Rio Grande do Sul.

 A presidente da Federasul já antecipou sua posição sobre os recentes escândalos. Simone Leite enviou uma nota às filiadas mostrando preocupação com os rumos da economia e prevendo que a crise provocará incertezas, trazendo de volta o temor de que a situação fiscal siga uma trajetória insustentável.

A dirigente apontou como efeitos drásticos ao cenário a elevação do risco-Brasil, a alta da inflação e a interrupção da trajetória de queda da taxa de juros.

¿Não é descartável que ocorra nova recessão este ano e que em 2018 aconteça uma expansão bem menos robusta da economia do que era projetada¿, declarou.

Simone Leite espera que as denúncias sejam investigadas e que os culpados sejam punidos.

 ¿Quem não pode ser punido com a incerteza e com a paralisação das reformas é o país.¿

A saber: no final de semana, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu entrar com pedido de abertura de impeachment contra Michel Temer.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros