Vinícolas da Serra Gaúcha negociam US$ 1,5 milhão no Exterior - Economia - Pioneiro

Caixa-Forte23/03/2017 | 13h58Atualizada em 23/03/2017 | 14h00

Vinícolas da Serra Gaúcha negociam US$ 1,5 milhão no Exterior

Projeção envolve 10 vinícolas brasileiras, todas elas da Serra. 

Vinícolas da Serra Gaúcha negociam US$ 1,5 milhão no Exterior Mônica Corrêa/Divulgação
Foto: Mônica Corrêa / Divulgação

A projeção das 10 vinícolas brasileiras, todas elas da Serra Gaúcha, que participaram da ProWein, a maior feira de vinhos do mundo, foi superada em quase 60% e deve atingir US$ 1,5 milhão em vendas para o Exterior. O montante será atingido nos próximos 12 meses e foi resultado de mais de 250 contatos comerciais feitos em três dias de realização da feira, na cidade de Düsseldorf, na Alemanha. O valor negociado é 25% dos US$ 5,9 milhões comercializados por todo o setor para 36 países em 2016.Entre os países com maior interesse pelos vinhos brasileiros estão importantes mercados, como Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e China, e também Canadá e Peru.  

Leia mais: 
Preço médio da gasolina em Caxias é o mais baixo desde dezembro
Custo da cesta básica se mantém estável no mês de fevereiro em Caxias do Sul

As vinícolas que representaram o Brasil na 13ª edição da ProWein, que se encerrou terça-feira, foram a Aurora, Basso, Casa Perini, Casa Valduga, Don Guerino, Lidio Carraro, Miolo, Peterlongo, Pizzato e Salton.

A ação é do projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), por meio do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do RS (Fundovitis), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).  O Wines of Brasil é um projeto de promoção comercial dos vinhos, espumantes e suco de uva brasileiro no mercado externo. Atualmente, conta com a participação de 32 vinícolas.

O estande do Wines registrou a média de 85 contatos por dia durante a ProWein 2017.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros