Vinícolas da Serra projetam vendas de US$ 410 mil para a China  - Economia - Pioneiro

Exportações de vinho14/11/2016 | 08h01Atualizada em 14/11/2016 | 08h01

Vinícolas da Serra projetam vendas de US$ 410 mil para a China 

Negócios são esperados a partir dos contatos na feira ProWine, em Xangai

Vinícolas da Serra projetam vendas de US$ 410 mil para a China  Mônica Dornelles/Ibravin/Mônica Dornelles/Ibravin
Vinhos e espumantes com uva moscato e o suco de uva 100% integral se destacaram entre as opções exibidas Foto: Mônica Dornelles/Ibravin / Mônica Dornelles/Ibravin
Pioneiro
Pioneiro

A China é um dos destinos com o maior crescimento no consumo de vinhos no mundo. O país asiático consumiu 1,6 bilhão de litros em 2015, sendo o 5º maior mercado da bebida no mundo, conforme a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV).

Atenta a esse gole promissor, vinícolas da Serra Gaúcha brindam a participação, de forma inédita, na ProWine, feira que ocorreu na última semana, entre os dias 7 e 9, em Xangai. Na bagagem de volta, as vinícolas Aurora, Miolo, Peterlongo e Salton trazem a expectativa de alcançar US$ 410 mil em comercializações nos próximos 12 meses.

A meta está ancorada nas aproximações costuradas durante o evento: durante os três dias de feira, representantes das quatro vinícolas contabilizaram 63 contatos e, para os próximos 12 meses, esperam efetivar 20 contratações com importadores e distribuidores do país oriental.

A ação, com foco na divulgação dos vinhos no mercado externo, integra o projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Ao visitar o estande dos vinhos brasileiros, os visitantes chineses ficaram impressionados com a qualidade das bebidas verde-amarelas. Devido à preferência por produtos leves e adocicados, os vinhos e espumantes com uva moscato e o suco de uva 100% integral se destacaram entre as opções exibidas.

O resultado colhido garantirá que as quatro vinícolas brasileiras repitam a dose e voltem a expor seus aromas na ProWine 2017. Para o próximo ano, o projeto Wines of Brasil espera ampliar a participação para seis empresas. A feira foi avaliada como importante estratégia de posicionamento e prospecção no mercado e uma ótima oportunidade para que os chineses possam conhecer um pouco mais sobre os vinhos brasileiros.

As vendas de vinhos brasileiros para a China cresceram 7,5% em 2015 se comparado ao ano anterior. Neste ano, até o mês de agosto, foi registrada a comercialização de 34 mil litros de vinhos e espumantes brasileiros para o país asiático. 

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comConheça novos sons das bandas Não Alimente os Animais e Grandfúria, de Caxias https://t.co/sTFNG0YRvH #pioneirohá 27 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comBM de Caxias entrega diploma a mais 1,3 mil crianças formadas em programa contra drogas https://t.co/HxiIEOmcX5 #pioneirohá 57 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros