Uma das 205 vagas ofertadas no Sine Caxias foi para Maicon - Economia - Pioneiro

Oportunidades09/11/2016 | 10h47Atualizada em 09/11/2016 | 17h20

Uma das 205 vagas ofertadas no Sine Caxias foi para Maicon

Ele chegou ao local no início da noite de terça. Hoje à tarde, ele garantiu trabalho

Uma das 205 vagas ofertadas no Sine Caxias foi para Maicon Marcelo Casagrande/Agência RBS
As vagas são diversificadas e os salários variam de R$ 800 a R$ 5 mil, conforme coordenador do Sine Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS

As 315 senhas distribuídas para disputa de 205 vagas de emprego ofertadas na Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine) de Caxias do Sul esgotaram às 6h20min desta quarta-feira. O primeiro candidato chegou ao Sine antes das 19h de terça-feira e dormiu na agência, mas houve quem preferiu retirar senhas para retornar na manhã desta quarta. A ação integra o Empregar RS, que ocorre em todo o Estado e, na Serra, disponibiliza 2 mil empregos.

Leia mais:
Candidato nº 1 dormirá em frente ao Sine de Caxias à espera do feirão do emprego

Por volta de meia-noite, quando a fila na Avenida Júlio de Castilhos alcançava a esquina com a Rua Borges de Medeiros, a agência foi aberta para que os candidatos pudessem se abrigar. Senhas foram distribuídas para quem preferiu ir para casa. Dono da senha número 1, Maicon da Silva Barbosa, 38 anos, preferiu dormir no local. Ele foi atendido assim que a agência abriu, às 8h, e faria entrevista ainda na manhã desta quarta. Barbosa também recebeu proposta de outra empresa, que telefonou após ver matéria sobre a busca dele por trabalho. A vaga foi garantida no meio da tarde por uma metalúrgica de Caxias.

— Consegui trabalho na área que eu queria, auxiliar de produção. Estou muito feliz _ comemorou.

Com bastante experiência como vigilante, Thais Coelho Lima, 26, chegou por volta de meia-noite e conseguiu a senha número 18. Ela procura uma vaga de auxiliar de produção, por acreditar que a oferta seja maior em relação a outras áreas. Desempregada há dois anos e com dois filhos, de nove e seis anos, ela tem feito trabalhos de limpeza e outros temporários para conseguir se manter.

— Na minha área, de vigilante, está muito ruim para mulher — explicou, já com entrevista marcada para a manhã de quinta-feira.

A maior parte do público que entrou na fila vive situação semelhante: está disposto a aceitar empregos que não sejam de sua área de atuação. É o caso de Fábio de Almeida Machado, 33, que chegou por volta de 2h e retirou a senha número 44. Ele e três vizinhos do bairro Parque Oásis que também buscam uma colocação estavam com as senhas em mãos e aguardavam atendimento no início da manhã desta quarta.

— Na situação que estamos, não dá para se preocupar com trabalho numa área só — acredita Machado.

As vagas ofertadas por 456 empresas foram dos mais diversos segmentos: há desde oportunidades como auxiliar de limpeza até engenheiro civil. Algumas empresas realizariam as entrevistas no próprio Sine ainda nesta quarta, e outras devem agendar horário com os candidatos. Segundo o coordenador do Sine em Caxias, Max Mota Rodrigues, os salários vão de R$ 800 a R$ 5 mil. Ainda não há previsão para novo feirão.


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comTaxistas de Caxias protestam em Brasília e pedem aprovação de projeto que proíbe o Uber https://t.co/tio3cGK6WX #pioneirohá 27 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAdolescente de 16 anos é baleado após sair de casa noturna em Caxias https://t.co/sEikOn0xv5 #pioneirohá 57 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros