Guerra SA, de Caxias, demite 180 trabalhadores - Economia - Pioneiro

Crise20/11/2016 | 17h37Atualizada em 20/11/2016 | 17h57

Guerra SA, de Caxias, demite 180 trabalhadores

Uma assembleia na empresa está prevista para a manhã desta segunda-feira

Guerra SA, de Caxias, demite 180 trabalhadores Roni Rigon/Agencia RBS
No final de outubro, os funcionários da Guerra chegaram a realizar um protesto em função de salários atrasados referente a setembro. Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A empresa Guerra SA, que está em processo de recuperação judicial desde julho de 2015, demitiu cerca de 180 trabalhadores na última sexta-feira. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul.

Leia mais
Guerra S.A., de Caxias do Sul, solicita recuperação judicial
Dívida da Guerra SA, de Caxias do Sul, é de R$ 212 milhões
Com salários atrasados, funcionários da Guerra SA realizam protesto


Recentemente, a entidade realizou uma assembleia em frente à empresa. Na ocasião, os trabalhadores negaram a proposta da Guerra de pagar a rescisão de empregados demitidos em até 12 vezes.

Uma nova assembleia está prevista para a manhã desta segunda. O sindicato pretende avaliar com os trabalhadores formas de resolver o impasse e não descarta a paralisação das atividades da empresa.

No final de outubro, os funcionários da Guerra chegaram a realizar um protesto em função de salários atrasados referente a setembro.

Considerada uma das maiores fabricantes de implementos rodoviários da América Latina, a empresa, até então familiar, foi vendida em junho de 2008 para o fundo internacional Axxon Group. Uma dívida de R$ 212 milhões envolvendo financiamentos com bancos e débitos com fornecedores motivou a Guerra a solicitar recuperação judicial no ano passado. 

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPioneiro Esportes https://t.co/GednbwUZOP #pioneirohá 40 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEscola da Serra estimula sucessão familiar nas propriedades rurais https://t.co/7RO3oNjbGY #pioneirohá 5 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros