Economia caxiense cresce 2% em agosto na comparação com julho - Economia - Pioneiro

Desempenho29/09/2016 | 17h36Atualizada em 29/09/2016 | 20h46

Economia caxiense cresce 2% em agosto na comparação com julho

Números, apresentados pela CIC e CDL nesta quinta-feira, mostram que comércio e serviços ajudaram a amenizar prejuízos acumulados

Economia caxiense cresce 2% em agosto na comparação com julho Ronald Mendes/Agencia RBS
Vendas do Dia dos Pais ajudaram nos bons resultados do comércio Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS

Os números apresentados na tarde desta quinta-feira pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul e pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) mostram que, em agosto, a economia local cresceu 2% na comparação com julho, percentual empurrado principalmente pelo bom desempenho do comércio, que teve alta de 11,9%, e dos serviços (2,2%).

A indústria, principal matriz econômica da cidade, segue encolhendo: caiu 1,2%.Comparando-se o acumulado do ano, há uma evolução significativa, com índice pulando de -12,4%, em julho, para -10,3% em agosto. Em 12 meses, o indicador também revela uma reação lenta, porém constante, desde fevereiro de 2016.

— Embora o desempenho acumulado nos últimos 12 meses ainda esteja em -16,9%, é o sétimo mês consecutivo de "despiora". Isso mostra uma tendência segura de que a economia está voltando a reagir — destacou o diretor de Economia, Finanças e Estatística da CIC, Astor Schmidtt.

De acordo com a CDL, o Dia dos Pais foi o grande responsável por impulsionar as vendas no mês passado. O crescimento, inclusive, foi maior do que o apresentado em maio (10%, beneficiado pelo Dia das Mães) e de dezembro de 2015 (11,6%, com as vendas do Natal).

O que preocupa o setor, no entanto, é a inadimplência, agravada pelo desemprego e queda de renda. Em agosto do ano passado, o SPC concentrava 70.489 CPFs com algum débito. No mesmo mês deste ano, esse número passou para 74.803 CPFs, um aumento de 4.314 (6,12%).

O presidente eleito da CDL, Ivonei Pioner, destacou ainda que as consultas ao SPC aumentaram 8,86% em relação ao mesmo período do ano anterior, mostrando que o comércio está mais zeloso ao conceder crédito.O setor trabalha ainda com a expectativa de fechar setembro e outubro com bons resultados.

— Acreditamos que setembro mantenha um número positivo, ainda que em intensidade menor, motivado pelas comemorações da Semana Farroupilha. E para outubro, com o Dia da Criança, estimamos um crescimento de 2% em relação a setembro, encadeando um processo de recuperação setorial — afirma Pioner.

O setor de serviços, o último a sofrer o impacto da recessão econômica na cidade, apresentou cenário diferente de julho (-0,3%), mas ainda amarga um curva negativa de resultados nos últimos 12 meses: saltou de -1,1% em setembro de 2015 para -9,5% em agosto de 2016.

O desempenho revelou ainda que pela primeira vez desde setembro passado as exportações superaram as vendas para o mercado interno gaúcho. Do total vendido, 25,1% foram exportados, contra 21,8% (Estado). O principal comprador das empresas caxienses é a Argentina, com 17,52% dos embarques.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"Quem fala pela transição não é o vice, é a coordenação-geral", diz prefeito eleito de Caxias do Sul https://t.co/jEpP5ESH1f #pioneirohá 2 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVice-prefeito eleito de Caxias pede desfiliação do PRB https://t.co/s9pmLLKOiy #pioneirohá 4 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros