Versão mobile

Emprego24/07/2012 | 05h02

Sine de Caxias do Sul distribuirá fichas para atendimento de seguro-desemprego

Agendamento deixará de ser feito até que novos funcionários concursados comecem a trabalhar

Enviar para um amigo
Kelly Isis Pelisser

kelly.pelisser@pioneiro.com

Desde esta segunda-feira, o atendimento no Sine Caxias do Sul está sendo organizado com retirada de senhas, pela manhã, e não mais por agendamento. Nesta terça-feira, fichas hoje serão distribuídas a partir das 7h30min. Serão distribuídas 90 fichas para atendimento de seguro-desemprego (antes, eram feitos 160 por dia), 80 para carteiras de trabalho (o número permanece igual) e 50 para intermediação de vagas de emprego (até a última semana, eram 80). A mudança de esquema e redução de atendimento se deve a um imbróglio envolvendo a União e o Estado.

O coordenador da agência de Caxias, Antônio Pescador, explica que o convênio de parceria da FGTAS e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) se encerra no dia 31. Ele deve ser renovado por mais cinco anos, porém com uma novidade. Desde 2010, há uma lei que determina que recursos vindos da União não podem ser destinados ao pagamento de funcionários terceirizados de fundações em cargos para os quais houve concurso. Como o último processo de seleção da FGTAS, até então, havia sido em 1989, o Sine trabalhava com funcionários terceirizados na última década. Há cerca de 15 dias, as agências do Sine no Estado foram comunicadas, a partir de uma notificação da Controladoria Geral da União, que os trabalhadores terceirizados não poderão mais atuar nas agências a partir da renovação do contrato com o MTE, ou seja, em 1º de agosto. Hoje, o Sine Caxias conta com cinco terceirizados e dois concursados para atendimento ao público. Os demais funcionários só podem fazer trabalhos internos, porque não estão credenciados para atendimentos.

Os terceirizados já foram comunicados que só trabalharão até o dia 31. Quatro aprovados no novo concurso, realizado este ano, foram chamados. Mas, como há prazos para entregas de documentos e burocracias a serem cumpridas, não se sabe, com certeza, quando começarão a trabalhar. Por isso, a coordenação do Sine resolveu suspender os agendamentos para o seguro-desemprego que vinham sendo feitos. 

— A partir do dia 1º, a previsão é que se reduza pela metade esse número de atendimentos. Mesmo que os concursados estejam trabalhando, estarão sendo treinados. É uma situação chata. Mas pedimos a compreensão. A direção da FGTAS acredita que, nos próximos 60 dias, o atendimento estará normalizado — diz Pescador.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPavilhão da gastronomia segue interditado na Fenakiwi, em Farroupilha http://t.co/uoP2goynMLhá 56 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comMotorista com CNH suspensa é flagrado dirigindo alcoolizado em Caxias do Sul http://t.co/unLO6u5wgbhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros