Feriado foi o de maior movimento desde março na região Uva e Vinho, segundo o sindicato de Gastronomia e Hotelaria - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte13/10/2020 | 12h02Atualizada em 13/10/2020 | 12h03

Feriado foi o de maior movimento desde março na região Uva e Vinho, segundo o sindicato de Gastronomia e Hotelaria

Desde o início da pandemia, os 19 municípios não tinham tantos turistas

Feriado foi o de maior movimento desde março na região Uva e Vinho, segundo o sindicato de Gastronomia e Hotelaria Porthus Junior/Agencia RBS
Vale dos Vinhedos é um dos principais atrativos turísticos da região Uva e Vinho Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O feriado de Nossa Senhora Aparecida superou outras datas comemorativas deste ano, que já vinham apresentando melhora gradativa de movimentação desde o início da pandemia. De acordo com o Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh), foi a maior ocupação desde março.

Segundo a diretora-executiva da entidade, Márcia Ferronato, as flexibilizações que ampliaram o percentual de quartos nos hotéis, além da liberação total para os empreendimentos às margens das rodovias, movimentou todo o setor. Em regiões com bandeira laranja, a ocupação permitida passou de 50% para 60%. Com bandeira amarela, de 60% para 75%.

_ Com isso, para atrativos turísticos e restaurantes também houve avanços. Somados à implantação de protocolos e selos, aos melhores números da covid-19 e à vontade de sair do isolamento, tivemos um bom fluxo _ destaca a diretora.

 Quer ler mais textos da coluna Caixa-Forte? 

Márcia ressalta, no entanto, que o Segh defende mais locais e espaços abertos, e reforça que é preciso evitar aglomerações e distribuir o fluxo.

_ O vírus existe. Não relaxe, siga usando máscara, álcool 70%, mantenha o distanciamento  _ orienta.

O sindicato registrou, de sexta a segunda, aproximadamente 75% da ocupação permitida, considerando a hotelaria da região, com 19 municípios, e três diárias. Em Bento Gonçalves, a média ficou um pouco maior, entre 75% e 80%. A expectativa para o próximo feriado, do Dia de Finados, semelhante em número de dias a este, é de seguir com a tendência de alta de movimento.

Entre os melhores nas Hortênsias

Este último feriado, o de 7 de setembro e o fim de semana de 21 de agosto, com registro de neve, foram os três melhores momentos do setor desde o início da pandemia, segundo o Sindicato Patronal da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias (SindTur Serra Gaúcha). A média de ocupação hoteleira, que considera os leitos dos municípios de Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, foi de 60%. Segundo Lisa Gottschalk, gerente executiva do Sindtur, a região está conseguindo recuperar os meses que precisou fechar empreendimentos no início da pandemia.

Leia também
Startup de investimentos em energia solar busca 10 hotéis para instalar usinas fotovoltaicas sem custo


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros