A bagagem diversificada do empresário Mario Tonin - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte13/10/2020 | 07h05Atualizada em 13/10/2020 | 12h48

A bagagem diversificada do empresário Mario Tonin

Rede atua no segmento de malas, artigos de vestuário e construção civil 

A bagagem diversificada do empresário Mario Tonin Daniel Hendler/Divulgação
Mario Tonin iniciou negócios na década de 80 no segmento de malas e artigos de viagem Foto: Daniel Hendler / Divulgação

Mario Valentin Tonin, 61 anos, natural de Farroupilha, comanda o Grupo Tonin, uma rede de mais de 2,1 mil funcionários e unidades produtivas na Serra Gaúcha e na Bahia. Com atuação diversificada entre os ramos atacadista, industrial e imobiliário, os negócios comandados pelo executivo conseguem dar um panorama ainda mais abrangente das mudanças provocadas pela pandemia, desde o segmento de viagens, pela comercialização de malas, ao da construção civil e de artigos de vestuário.

O primeiro empreendimento do grupo surgiu em 1982, consolidando a marca Tonin como referência no segmento de malas e artigos de viagem. Em 2008, surgiu a Tonin Imóveis, que atualmente assina 18 projetos, o equivalente a 18,5 mil metros quadrados. Desde 2014, o grupo Tonin está à frente do Shopping Golden Center, às margens da RS-122, em Farroupilha. Hoje, o espaço concentra 74 fabricantes e mais de 80 marcas, recebendo uma média de mais de 8 mil lojistas por mês.

A seguir, Tonin detalha como liderar um grupo de empresas com operações tão distintas em um momento como o que estamos vivendo.

Qual foi a primeira empresa do grupo e o que o levou a expandir para três negócios de ramos tão distintos?

A história da Tonin começou em 1982, como tantas outras, no porão de uma casa modesta. O primeiro produto da marca foi a então inovadora Tiracolo Viramala, uma pasta que podia se transformar em uma mala. Também novidade no mercado da época, nasceu a famosa Capanga, como era conhecida a Leva-Tudo. Era uma peça masculina, com várias divisórias, inclusive para acomodar a arma de fogo (o que era comum naquele tempo). Três anos depois, foi a vez dos porta-cheques e das carteiras, ambos em couro. Nos anos 2000, e em função do aumento das viagens nacionais e internacionais, apostamos alto na linha de malas, carro-chefe até hoje.

Qual a importância da diversificação de negócios em um momento, como esse, de crise provocada por uma pandemia?

O antigo ditado que recomenda não se colocar todos os ovos em uma mesma cesta continua atual e estratégico. As oportunidades de negócios foram surgindo, o que nos animou a avançar para o mercado da incorporação imobiliária e para o varejo de vestuário e acessórios de moda. E a pandemia só reforçou a ideia de que esse modelo de negócio se mostrou acertado. No momento em que fomos obrigados ao confinamento, o equilíbrio financeiro foi garantido pela média de desempenho dos diferentes negócios, cada qual com suas características.

Como está o desempenho de cada segmento? Qual vai melhor neste momento e qual passou por uma mudança maior de comportamento de consumo?

O core business (negócio principal) da Tonin é a linha de viagem, que permanentemente agrega novas tecnologias, novos materiais e investe muito em design. Com a pandemia, o novo normal trouxe mudanças nos hábitos. Acreditamos muito no crescimento do turismo nacional e em uma retomada gradual do internacional, o que fará nosso mercado atingir novamente os níveis anteriores, tendendo ao crescimento. Com o final do ano, as vendas de brindes para empresas tendem a ter uma grande procura, por ser um opção diferenciada. No Golden Center Atacadista, houve importante incremento no número de clientes durante a pandemia. Mais de 2,6 mil lojistas passaram a integrar a carteira por conta da busca pela pronta-entrega e valorização das condições encontradas na Serra Gaúcha. E o segmento imobiliário, desde junho, tende ao crescimento, em função da mudança nas taxas de juro e ofertas de crédito. Percebemos que nossos empreendimentos estão sendo mais procurados devido à preocupação com o bem-estar do cliente esboçada desde a fase de projeto. Atualmente, a Tonin Imóveis tem mais de 10 obras em andamento, em diferentes fases de avanço, seja nos estágios de projeto ou execução.

Quais são os planos do grupo para os próximos anos?

Estamos preparados para continuar nossa trajetória de crescimento, agora em um novo cenário, com um novo jeito de vender e de entregar, com segurança e qualidade, e certos de que a criatividade e a inovação já são enormes diferenciais. Estamos confiantes de que, com seriedade na condução da atual crise, as coisas tendem a se estabilizar e melhorar. Nossa estratégia é nos especializarmos ainda mais na linha de viagem, procurando novos materiais, estruturas, fornecedores, trazendo sempre novidades para atender todas as necessidades dos clientes. Para isso, estamos finalizando nossos planos de investimentos em novas tecnologias, novos canais de venda e buscando sempre a inovação para garantir a meta de nos tornarmos referência no mercado nacional.

Leia também
Confira o tamanho do supermercado que será construído no lugar da antiga Robertshaw


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros