Pesquisa aponta que mais de 80% dos namorados vão comemorar em casa - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte03/06/2020 | 07h55Atualizada em 03/06/2020 | 07h55

Pesquisa aponta que mais de 80% dos namorados vão comemorar em casa

Data comemorativa é impactada pela pandemia também na compra de presentes, segundo Fecomércio

Pesquisa aponta que mais de 80% dos namorados vão comemorar em casa Tatiana Cavagnolli/Agencia RBS
Foto: Tatiana Cavagnolli / Agencia RBS

O Dia das Mães sofreu impacto da pandemia, mas foi melhor do que as entidades do comércio de Caxias esperavam porque as lojas recém tinham voltado. Agora o varejo está de olho na segunda data comemorativa do ano após a reabertura do comércio, no caso da Serra. A expectativa para o Dia dos Namorados, segundo pesquisa da Fecomércio-RS, é que 62,3% vão comprar presentes, mesmo economizando ou evitando sair de casa em virtude da pandemia. 

Entre os que disseram que não vão, 18,1% apontaram a Covid-19 como causa. O gasto médio por pessoa deverá ser de R$ 153,39. Entre os dados que chamam atenção com a pandemia, 19,5% dos entrevistados pretendem comprar pela internet e 33% apontaram ter modificado a escolha do local de compra em função do coronavírus. 

Além da forma de comprar, o modelo de comemoração vai impactar o ramo de serviços. Mais da metade, 57,4% das pessoas, pretende ter algum evento especial em comemoração ao Dia dos Namorados. Desses, 84,9% vão optar por almoço ou jantar em casa. E 75 % dos entrevistados afirmaram que alteraram o evento especial em virtude da pandemia.

Saiba também
Pandemia acelera inovação na Marcopolo



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros