Simecs estima que o retorno ao trabalho não movimente mais de 3,5 mil pessoas na região - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte07/04/2020 | 12h12Atualizada em 07/04/2020 | 12h37

Simecs estima que o retorno ao trabalho não movimente mais de 3,5 mil pessoas na região

Indústrias maiores vão voltar a partir do dia 13, caso de Marcopolo e Randon

Simecs estima que o retorno ao trabalho não movimente mais de 3,5 mil pessoas na região João Lazzarotto/Divulgação
Indústrias maiores vão voltar a partir do dia 13, caso de Randon (na foto) e Marcopolo Foto: João Lazzarotto / Divulgação

O presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), que representa 17 municípios da região, estima que o retorno ao trabalho não movimente mais de 3,5 mil pessoas na região. A base do maior sindicato patronal da região inclui 3,3 mil empresas e uma média de 35 mil trabalhadores. Ele destaca que as indústrias maiores vão voltar a partir do dia 13, caso de Marcopolo e Randon.

Leia mais
Randon, Marcopolo e Simecs doam cerca de R$ 3 milhões para rede de saúde de Caxias

Spanholi acrescenta que a Tramontina, que pretendia voltar nesta segunda, adiou para a mesma data das outras gigantes, na semana que vem.

Leia também
Rio Grande do Sul registra oitava morte por coronavírus
Lojas de chocolate poderão abrir a partir desta segunda-feira em Gramado
Alunos de Fagundes Varela espalham mensagens positivas em rede social para combater coronavírus

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros