Maioria pretende sair de casa para compras do Dia das Mães em Caxias - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte29/04/2020 | 07h36Atualizada em 29/04/2020 | 12h07

Maioria pretende sair de casa para compras do Dia das Mães em Caxias

Pesquisa da CDL mostra também consumidores atentos aos cuidados contra a pandemia

Maioria pretende sair de casa para compras do Dia das Mães em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias, realizada durante a pandemia, entre os dias 17 e 26 de abril, com 407 entrevistados, mostra que a maioria pretende sair de casa para comprar o presente de Dia das Mães. Apesar das restrições de distanciamento social sugeridas pelo Organização Mundial da Saúde (OMS), os consumidores ainda preferem adquirir nas lojas físicas, com a presença de um vendedor. A maioria (42%) pretende comprar no comércio do Centro, 22% nos shoppings e 12% nas lojas de bairro. Há ainda um percentual de 10% que vai comprar pela internet e 7% pelas redes sociais do comércio local. Outros 4% dos entrevistados vão optar pelo presente nos supermercados.

Os números mostram que, para o público, os fatores que mais interessam são agilidade no atendimento (19,8%), preços e descontos (18,6%) e produtos de qualidade (13%). Mas os consumidores estarão atentos a alguns pontos relacionados com a pandemia na hora de escolher onde vão comprar. O controle do fluxo de pessoas para evitar aglomeração nos estabelecimentos foi apontado por 4,9% dos entrevistados. Outros itens que aparecem com destaque são a disponibilização de estacionamento (7,5%), condições de pagamento (5,4%) e opção de entrega em casa (4,2%). 

A boa notícia é de que cerca de 85% das compras para o Dia das Mães deverão ser feitas no comércio local. A pesquisa vem ao encontro da campanha da CDL Caxias, lançada no dia 17 de abril, com o mote “Caxias Tem Tudo e Precisa de Todos”. Outras cidades da região, como Bento Gonçalves, Farroupilha e Flores da Cunha também tiveram entidades mobilizadas neste sentido. O resultado completo do levantamento da CDL Caxias será divulgado ainda nesta quarta-feira (29) e deverá mostrar queda na intenção de compra em relação a 2019.

Saiba mais
Sindilojas de Caxias defende liberação de prova de roupas para melhorar vendas

Dia das Mães em julho ou agosto?

O governador de São Paulo, João Doria, chegou a propor mudar a data do Dia das Mães de 10 de maio para agosto, em função da pandemia, mas a Fecomércio de São Paulo emitiu nota contrária. Para a entidade, alterar a data não deve melhorar o fluxo de vendas, isso porque o comércio não consegue se reprogramar faltando poucos dias para a comemoração. Além disso, em agosto já tem o Dia dos Pais e, após meses de crise, a expectativa é de uma conjuntura econômica ainda mais negativa. Em 11 de maio está prevista a abertura gradual da economia de São Paulo.

A presidente do Sindilojas Caxias, Idalice Manchini, disse que correram informações entre Sindilojas do país sobre uma possível mudança e a data cogitada era 12 de julho,  mas destacou que está sendo um movimento das capitais com comércio ainda fechado, inclusive Porto Alegre. A presidente da entidade caxiense não vê sucesso, força e adesão para mudar a data do Dia das Mães por aqui, mesmo com previsão de uma queda de 40% nas vendas em relação à comemoração no ano passado.

Saiba também
Empresa de Caxias desenvolve sistema para vendas pelas redes sociais

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros