Ficar em casa ou não, eis a questão - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte07/04/2020 | 12h06Atualizada em 07/04/2020 | 12h36

Ficar em casa ou não, eis a questão

Se não é possível ganhar mais, a reinvenção do próprio negócio pode ser a resposta para perder menos

A crise mundial provocada pela pandemia faz lembrar uma frase que ouvia seguidamente de meu pai, Juscelino Mugnol, até ele partir. Agricultor, pioneiro no cultivo do kiwi em Farroupilha, e calejado em ter a renda do ano perdida com granizo, geada e pragas, inclusive com o fungo que ainda dizima as parreiras de kiwi na região, ele costumava exclamar: "fica em casa, que tu ganha mais".

Leia mais
Demanda por alimentos muda com coronavírus e impacta agricultores de Caxias do Sul

Na linguagem do "gringo", significava a melhor forma de agir para economizar todos os recursos existentes quando a situação era muito arriscada. É possível interpretar o ensinamento no momento econômico atual substituindo o ficar em casa como o olhar para dentro. Se não é possível ganhar mais, a reinvenção do próprio negócio pode ser a resposta para perder menos.

Leia também
Pesquisa aponta que mais de 50% dos caxienses não pretendem fazer compras de Páscoa
Prefeitura de Caxias do Sul volta a funcionar na quarta-feira
Em operações em Caxias e Flores, BM e Polícia Civil prendem quadrilha com carga de cobre roubada

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros