Empresário caxiense cria startup para desinfecção de ambientes contra o coronavírus - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte07/04/2020 | 12h33Atualizada em 07/04/2020 | 12h33

Empresário caxiense cria startup para desinfecção de ambientes contra o coronavírus

Áreas públicas de Caxias que foram pulverizadas na semana passada contaram com o fornecimento gratuito da startup Pulver Easy

Empresário caxiense cria startup para desinfecção de ambientes contra o coronavírus Lucas Amorelli/Agencia RBS
Áreas públicas de Caxias que foram pulverizadas na semana passada contaram com o fornecimento gratuito da startup Pulver Easy Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O empresário caxiense Diori Lovato Ricaldi tinha acabado de lançar uma startup para venda inteligente de veículos pouco antes de estourar a pandemia. A plataforma estava dando bons resultados até que passou a operar a 10% da capacidade por conta do tsunami econômico provocado pelo vírus. Em vez de apenas lamentar a má sorte no lançamento, o que ele fez? Criou uma nova empresa para desinfecção de ambientes internos e externos contra o coronavírus. As áreas públicas de Caxias que foram pulverizadas na semana passada contaram com o fornecimento gratuito da startup Pulver Easy, porque além de ser uma alternativa de renda ao empresário, trata-se também de empreendedorismo social.

Leia mais
Prefeitura começa processo de desinfecção nas ruas de Caxias do Sul

Segundo Ricaldi, a criação da empresa de forma acelerada foi possível por meio da pesquisa de tecnologias inovadoras que já estão sendo utilizadas nos Estados Unidos e Europa com desinfetante atóxico a base de água, de última geração, produzido no Brasil com certificação da Anvisa. E põe acelerada nisso. A ideia surgiu em uma sexta-feira, a empresa começou a funcionar na segunda e dois dias depois já estava desinfetando as ruas da cidade. O público-alvo, além de praças públicas, ruas, pátios, estacionamentos, condomínios, inclui ambientes internos, como de hospitais, indústrias e escolas. Nesta semana a maior demanda tem sido de indústrias por conta da retomada.

Leia também
Tradicional venda de peixe terá mudanças em Caxias do Sul por conta de pandemia de coronavírus
Simecs estima que o retorno ao trabalho não movimente mais de 3,5 mil pessoas na região
Sobe para 14 o número de infectados com coronavírus em Bento Gonçalves

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros