Novo complexo de gastronomia e serviços em Caxias terá investimento de R$ 10 milhões - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte03/08/2019 | 07h00Atualizada em 03/08/2019 | 10h41

Novo complexo de gastronomia e serviços em Caxias terá investimento de R$ 10 milhões

Centro comercial compreenderá cerca de 20 salas, podendo ser agrupadas, perfazendo tamanhos de 35 a 700 metros quadrados

Novo complexo de gastronomia e serviços em Caxias terá investimento de R$ 10 milhões Croqui de Renato Solio/divulgação
Empreendimento de 11 mil metros quadrados será dividido em duas fases, sendo a primeira (na imagem) prevista para ser concluída até o final do ano, no mais tardar no início de 2020 Foto: Croqui de Renato Solio / divulgação

Aquilo que era um "grande vazio urbano, uma zona de abandono", nas palavras do arquiteto Renato Solio, não só se transformará num novo complexo gastronômico, de lazer e serviços de Caxias como potencializará o histórico bairro São Pelegrino e sua vocação para a convivência com as praças das Feiras e do Trem.

O conceito cultural dos trilhos será a moldura ideal para o nascimento do Pátio da Estação, centro comercial que está em obras na Rua Olavo Bilac, preservando parte dos prédios que já abrigaram as vinícolas Riograndense e Caxiense.

Leia também
Caxias do Sul redescobre área de antigas vinícolas próximas da Estação Férrea

Com investimento previsto de R$ 10 milhões, o empreendimento de 11 mil metros quadrados será dividido em duas fases, sendo a primeira (na imagem) prevista para ser concluída até o final do ano, no mais tardar no início de 2020.

O complexo compreenderá cerca de 20 salas, podendo ser agrupadas, perfazendo tamanhos de 35 a 700 metros quadrados. Os espaços comerciais já estão sendo locados com exclusividade pela Grazziotin Negócios Imobiliários.

Responsável pela obra, Solio acredita que o perfil dos estabelecimentos pode ser variado, incluindo restaurantes, cervejarias, academias, agências de viagens, escolas de línguas, agências de publicidade, lojas de vinhos, além de um espaço para festas. As 200 vagas de estacionamento serão um grande diferencial.

– Será uma nova vida no cenário de São Pelegrino. É um espaço que remete ao encontro das pessoas, com pátios internos cobertos e iluminados. A atmosfera do Largo da Estação se revigora. Precisamos criar áreas de ocupação – define Solio, arquiteto reconhecido por trabalhar na revitalização de prédios históricos.

No caso desse projeto, a limitação de 10 metros de altura imposta pela legislação àquela região imprime desafio extra à obra. 

Em todo o processo de execução da estrutura, nas duas fases, a previsão é de que passe de 100 os profissionais envolvidos. 

Leia mais
Neobus, de Caxias, fecha maior venda do modelo de ônibus New Mega no Brasil
Randon, de Caxias, comemora 25 anos da fábrica na Argentina
BRMalls amplia para 71% participação no Iguatemi Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros