Veículo elétrico na Austrália será montado sobre plataforma do Marruá Agrale, de Caxias - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte07/06/2019 | 16h53Atualizada em 07/06/2019 | 16h53

Veículo elétrico na Austrália será montado sobre plataforma do Marruá Agrale, de Caxias

Projeto envolverá primeiramente setor de mineração

Veículo elétrico na Austrália será montado sobre plataforma do Marruá Agrale, de Caxias julio soares/divulgação
Foto: julio soares / divulgação

Integração de tecnologias, complementação de expertises e parcerias entre países. Seguindo essa dinâmica moderna de mercado, a Agrale orgulha os caxienses (e brasileiros) por levar seu know-how em transporte para uma dobradinha internacional.

Leia mais
Serra na rota de fusões e aquisições
Caxias do Sul recebe primeira unidade gaúcha de empresa de consórcio imobiliário

Isso mesmo: o seu conhecido Marruá servirá de plataforma para a montagem de um utilitário 4×4 elétrico desenvolvido na Austrália para atender, primeiramente, ao setor de mineração. Esse mercado também receberá opções em diesel.

O veículo ganha nova denominação – Bortana EV – e sua primeira versão montada sobre a base de um Marruá AM 200 cabine dupla foi apresentada recentemente na Austmine 2019, feira voltada ao setor de serviços e produtos de mineração na cidade de Brisbane, capital do estado australiano de Queensland e principal hub econômico e administrativo do leste do país. 

O projeto do utilitário nasceu de uma parceira entre Agrale, a Safescape, empresa australiana de equipamentos para mineração, e a 3ME Technology, que detém a tecnologia do sistema elétrico, também da Austrália.

No lugar do motor Cummins diesel que equipa o Marruá AM 200, a Safescape instalou um propulsor elétrico com potência equivalente a 184 CV, desenvolvido pela 3ME Technology. Com um conjunto de baterias de 50 kWh, o veículo será capaz de rodar até 150 km com uma carga. A Agrale exportará a plataforma do Marruá desmontado e prestará o apoio nas questões técnicas e de engenharia para o empacotamento dos componentes. Tanto a versão elétrica quanto a diesel serão testadas por grandes mineradoras e, aos poucos, introduzidas em segmentos como Forças Especiais, Bombeiros e resgate médico.

Leia ainda
Malharia da Serra investe R$ 1 milhão para abrir primeira loja em São Paulo
Rumo Certo desembarca em Farroupilha

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros