Cresce procura por móveis no e-commerce - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte25/05/2019 | 14h00Atualizada em 25/05/2019 | 14h00

Cresce procura por móveis no e-commerce

 O segmento moveleiro está entre os quatro primeiros em volume de pedidos

Quando pensa-se em varejo online lembra-se de setores como o de... móveis. Isso aí: por mais que o público não imagine, o segmento moveleiro está entre os quatro primeiros em volume de pedidos. Tanto que mobilizou na quinta-feira o painel em Bento Gonçalves intitulado A sua indústria no e-commerce do Brasil.  

Com a promoção do Sindmóveis e o apoio do Sebrae/RS, o evento reuniu especialistas do portal E-commerce Brasil e do Google, além de varejistas das marcas Elare, Lojas Colombo, MadeiraMadeira e Marabraz.

Os dados impressionam: três milhões de clientes por mês compram móveis e decoração online no Brasil. Ao mesmo tempo, há 18 milhões de aquisições de móveis offline. Nesse contexto está a oportunidade de crescimento do setor.

Na Lojas Colombo, o filão de móveis tem participação de 14% nos pontos físicos, mas já chega a 21% no e-commerce.  Guarda-roupa, mesa, cadeira, cama, sofá e armário lideram as buscas no Google. Escrivaninha e outros móveis para escritório são os que mais avançam na procura pela internet.

Leia mais:

 10 Estados confirmam presença em congresso lojista em Bento

 Por que 2019 ainda não decolou?

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros