Marcopolo instala centro de fabricação no local do incêndio - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte31/01/2019 | 11h54Atualizada em 01/02/2019 | 13h38

Marcopolo instala centro de fabricação no local do incêndio

O novo complexo em Caxias será apresentado à imprensa na manhã de 7 de fevereiro (próxima quinta-feira). Representa palavras como superação, inovação e coletividade

Marcopolo instala centro de fabricação no local do incêndio Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A Marcopolo ressignificou o incêndio ocorrido em setembro de 2017 em sua unidade de plásticos da planta fabril de Ana Rech, causando pausa na produção e transtornos na engrenagem de fabricação de ônibus, com 13 mil moldes perdidos.

No mesmo espaço, nasce o novo Centro de Fabricação Marcopolo, um dos mais avançados do país, construído no local onde funcionava a antiga operação de plásticos, com investimento orçado em R$ 50 milhões. Embora tenha começado a operar no dia 24 de janeiro (não ainda plenamente), o complexo será apresentado à imprensa na manhã de 7 de fevereiro (próxima quinta-feira). O investimento representa palavras como superação, inovação e coletividade.

 Será uma conquista não só de Caxias, mas do polo automotivo nacional, que torna-se mais competitivo.

Leia mais:

 "Não vai abalar a estrutura", diz diretora de laboratório sobre descredenciamento da Unimed Nordeste

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros