Marcopolo anuncia contrato de exportação de 342 ônibus, um dos maiores da história - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 

Caixa-Forte11/01/2019 | 16h55Atualizada em 11/01/2019 | 18h42

Marcopolo anuncia contrato de exportação de 342 ônibus, um dos maiores da história

Os veículos integram a primeira frota em operação na América Latina com a tecnologia Euro 6, a mais avançada para redução da emissão de poluentes

Marcopolo anuncia contrato de exportação de 342 ônibus, um dos maiores da história Gelson Mello da Costa/divulgação
Modelos atuarão no transporte urbano da cidade de Santiago do Chile, chamado de sistema Transantiago Foto: Gelson Mello da Costa / divulgação

Após encerrar 2018 com crescimento projetado de 50%, a Marcopolo começa 2019 com uma informação que consolida e amplifica a fase de retomada do mercado.

A fabricante caxiense anuncia contrato de venda de 342 ônibus para diferentes operadores de transporte urbano da cidade de Santiago do Chile, chamado de  sistema Transantiago. As primeiras 150 unidades já foram fabricadas durante o mês de dezembro na planta de Ana Rech (por isso, a empresa postergou as férias coletivas para o dia 7 de janeiro) e embarcadas para o Chile.

A exportação foi firmada em parceria com a Mercedes-Benz, fornecedora dos chassis. Trata-se de um dos mais importantes negócios fechados pela Marcopolo no continente latino-americano e amplia a participação da marca no país vizinho. 

Os veículos, dos modelos Torino Low Entry Articulado e Torino Low Entry, integram a primeira frota em operação na América Latina com a tecnologia Euro 6, a mais avançada para redução da emissão de poluentes em motores diesel, utilizada apenas nos mais avançados mercados no mundo.

Confira o vídeo com o processo de produção do ônibus:

– O fornecimento reforça a participação da fabricante brasileira no sistema Transantiago e demonstra a posição de vanguarda da empresa no desenvolvimento de produtos adequados à tecnologia Euro 6 – comemora André Armaganijan, diretor do Estratégia e Negócios Internacionais da Marcopolo.

Três dos maiores operadores do sistema Transantiago adquiriram os 342 ônibus: Metbus, STP Santiago e Redbus Urbano.

É o primeiro contrato que a Marcopolo assina com essas empresas, resultado de estratégias, como maior proximidade dos clientes e entrega de veículos totalmente adequados às suas aplicações.

– O Chile foi, em 2018, o principal destino exportador na América do Sul, com mais de 970 unidades. O novo fornecimento para o Transantiago vinha sendo negociado há meses e a equipe multifuncional criada especificamente para este projeto trabalhou para desenvolver dois modelos diferenciados que pudessem oferecer o máximo em segurança, conforto, robustez e eficiência – enfatiza Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo.

 A saber: idealizado em 2002, o sistema Transantiago busca melhorar o transporte coletivo urbano na capital daquele país. O início de operação ocorreu em 2005 e, desde então, mais de seis mil ônibus já foram fornecidos às diversas empresas que atuam nas cerca de 380 linhas. Deste total, a Marcopolo tem significativa participação, com o fornecimento de mais de 2,9 mil unidades dos modelos convencionais e articulados e micro-ônibus.

Leia mais:

Energia solar, um filão que só cresce na Serra

 Empresa serrana de filtros de água projeta crescer 20% em 2019

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros