2018 marcou a volta do crescimento na indústria de Caxias do Sul - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais - Pioneiro
 
 

Caixa-Forte28/01/2019 | 13h19Atualizada em 28/01/2019 | 13h19

2018 marcou a volta do crescimento na indústria de Caxias do Sul

Simecs divulgará desempenho do ano passado e projetará 2019 em evento na próxima quinta-feira. O que é possível antecipar?

2018 marcou a volta do crescimento na indústria de Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
O pior da crise ficou para trás, mas o momento é de recuperar perdas passadas tanto no faturamento quanto na oferta de vagas Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Principal cadeia produtiva de Caxias do Sul, o setor metalmecânico é considerado o termômetro de como a economia local está se comportando (com apatia,  estabilidade ou retomada?).

Para saber de que forma as grandes empresas da cidade fecharam 2018, o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs) divulgará na próxima quinta-feira, às 10h, à imprensa, o desempenho econômico e social dos segmentos automotivo, eletroeletrônico e metalmecânico do ano que se encerrou.

É possível arriscar alguma pista?

Pode-se afirmar, sem errar, que 2018 marcou a volta do crescimento para a indústria de Caxias do Sul. No entanto, o faturamento das companhias na cidade ainda caminha rumo a uma retomada mais consistente. Dos três segmentos representados pelo Simecs, possivelmente um tenha fechado no negativo no período.

Nem tudo é comemoração. Sim, o pior da crise ficou para trás, mas o momento é de recuperar perdas passadas tanto no faturamento quanto na oferta de vagas. Os empregos estão voltando, mas, ao longo dos quatro anos de retração econômica, houve o fechamento de 25 mil postos de trabalho. Ou seja, há muito a recuperar.

A geração de vagas é um sinalizador de que as indústrias acreditam na intensificação dos pedidos e estão preparando as equipes para o novo ciclo de avanço, a despeito da receita não ter voltado ao ritmo pretendido. 

2019 promete ser de consolidação da retomada, mas sempre há interrogações no ar. 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros