Frei Jaime: muitas das dores que estamos lidando são apenas pensamentos - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Opinião15/11/2020 | 19h29Atualizada em 15/11/2020 | 19h29

Frei Jaime: muitas das dores que estamos lidando são apenas pensamentos

A possibilidade de escolher é uma conquista

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O sábado é alegremente acolhido... Será um final de semana com ações diferentes do normal... Vamos exercitar nossa cidadania, de forma serena e alegre... A possibilidade de escolher é uma conquista, que aumenta a responsabilidade... Que o sábado seja feliz, que o silêncio ocupe mais espaço do que as palavras... Paz no coração! 

"Muitas das dores que estamos lidando são apenas pensamentos." 

A vida é feita de diferentes momentos. Uma variedade de sentimentos se movimenta e provoca diferentes emoções. A cada instante é possível sentir algo novo e estar em muitos lugares ao mesmo tempo, sem precisar se deslocar. A capacidade vivencial do ser humano é praticamente ilimitada, pois as possibilidades são infinitas. Por muito tempo, as pessoas ficaram focadas na questão material: a maioria se voltava para a aquisição de incontáveis coisas. Muitos ainda são movidos pela ânsia de ter sempre mais e mais. 

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

O ter é necessário, sim. Porém, o sonho de alcançar somente o suficiente está adquirindo formas visíveis e admiráveis. Afastar-se da ganância não deixa de ser um avanço extraordinário, pois as pessoas estão pensando em viver mais e não apenas querer, a qualquer custo, a abundância. A qualidade contempla a satisfação das necessidades básicas e um mínimo de segurança, em relação ao amanhã. Definitivamente ter o suficiente passou a ser um sonho de muitos, principalmente daqueles que percebem que a felicidade não depende unicamente da quantidade material. 

A felicidade do ter é frágil, sem contar que pode causar dores na alma. A alegria de simplesmente existir não tem preço. Com pão e água, em alguns momentos, é possível celebrar festivamente a grandiosidade do existir. Um fato é pleno de veracidade: muitas dores deixariam de existir se não houvesse tanto apego material. Ainda bem que todos podem experimentar pequenas alegrias, apesar da carência de algumas coisas. Pois, de alegria em alegria, a vida segue em frente e os sofrimentos são deixados para trás, permanecendo somente o aprendizado. Querer, a todo instante, relembrar as dores do passado é impedir a plenitude e o propósito do viver. Que os pensamentos sejam leves e alegres. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Em fase de acabamento, Estação Férrea de Farroupilha deve ser inaugurada em dezembro
Na Cozinha: aprenda a fazer bolo de banana com calda de café
Saiba qual é a plaquinha que ganhou espaço no comércio caxiense com a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros