Gilmar Marcílio lança "Jardim de Bolso: lições estoicas para uma vida serena" nesta quinta-feira - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Letras01/10/2020 | 08h00Atualizada em 01/10/2020 | 08h17

Gilmar Marcílio lança "Jardim de Bolso: lições estoicas para uma vida serena" nesta quinta-feira

Bate-papo com o escritor e filósofo no canal da Editora Foco, no YouTube, marca o lançamento

Gilmar Marcílio lança "Jardim de Bolso: lições estoicas para uma vida serena" nesta quinta-feira Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Conhecido pelas crônicas, Gilmar Marcílio se debruça nas cartas de Sêneca em seu primeiro livro de filosofia Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Serenidade, equilíbrio, comedimento e respeito aos ciclos naturais são algumas palavras-chave na obra do filósofo romano Sêneca (4 a.C. - 65) que serviram de inspiração para Gilmar Marcílio compor o primeiro livro em que deixa de lado a crônica para se dedicar à filosofia, seu ofício de formação. Jardim de Bolso: lições estoicas para uma vida serena (Foco, 173 págs.. R$ 35,00), traz pílulas reflexivas em que o autor dialoga com os conselhos do filósofo romano, especialmente na coletânea de cartas destinadas a Lucílio, governador da Sicília, a quem Sêneca ensinava filosofia em doses breves. 

Entusiasta do estoicismo, Marcílio vive como um estoico, em uma chácara no interior de Caxias do Sul. É onde se dedica à leitura, ao pensamento e à escrita, mas também a compreender e aceitar o tempo e as intempéries. 

– Para Sêneca, aquele que não é dono de dois terços do seu tempo é escravo. Aqui procuro ter as noites e as manhãs bastante livres, e consigo desenhá-las segundo aquilo que acredito ser uma maneira boa de viver, num espaço rural, obedecendo as ordens das estações. Aceito o inverno com sua melancolia e sua cerração. Para os estoicos, o respeito por aquilo que acontece é um valor muito caro. Somos nós que precisamos nos adaptar, sem vociferar contra o que não pudemos mudar – reflete.

Na obra que sai em formato digital, mas que irá ganhar versão física e tem sessão de lançamento prevista para março, Marcílio trata de questões que considera fundamentais para se levar uma vida mais tranquila e menos suscetível aos sentimentos negativos, como a raiva. À luz do pensamento estoico - que, além de Sêneca, tem Marco Aurélio e Epicteto como pilares –, são dicas para viver com equilíbrio, sem se entregar aos êxtase, mas sem sucumbir à privações:

– O que Sêneca propõe é uma assepsia: o que a gente pode ir deixando de lado? O que é essência, e o que é periférico? Diante de tanta oferta e sedução propostas, como tu vais encontrar aquilo que vai te ajudar a uma vida melhor? A pergunta que Sêneca sempre se fez é: “como viver?”. Para ele, a humildade era primordial: “baixa a tua cabeça se quiseres encontrar a verdadeira altura do ser humano”, ele diz. E foi assim, com a cabeça baixa, que escrevi.

O livro, que também conta com ilustrações da artista caxiense Beatriz Balen Susin, pode ser adquirido em formato e-book no site da Amazon. Hoje, às 19h, Marcílio participa de um bate-papo virtual (webinar) de lançamento da obra no canal da Editora Foco no Youtube, com mediação da escritora e professora de Direito Maria de Fátima Freire de Sá.

Leia também
Comissão que avaliará projetos da Lei Aldir Blanc em Caxias está com inscrições abertas
Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado começa nesta quinta
Sucesso na Netflix, "O Dilema das Redes" revela engrenagens ocultas das redes sociais
Músico e compositor da Serra, Juliano Moreira participa de disco indicado ao Grammy Latino
Feira do Livro de Garibaldi terá atividades na internet e atrações em formato drive-in
VÍDEO: conheça o som de Max Madrassi  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros