Frei Jaime: como é admirável a vida das pessoas que prestam atenção nos detalhes - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Opinião23/10/2020 | 08h00Atualizada em 23/10/2020 | 08h00

Frei Jaime: como é admirável a vida das pessoas que prestam atenção nos detalhes

O amanhecer sinaliza que é hora de recomeçar

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O amanhecer sinaliza que é hora de recomeçar... A maioria acaba sempre achando que a semana passou de forma rápida: ‘já é sexta-feira de novo!’ No tempo que passa, que a maturidade possa ser elegantemente acolhida... Não são os anos que definem a vida; é a sabedoria que dá aquele toque de harmonia, que causa tanta alegria... Vamos lá que o dia nos espera! 

"Tem coisas miúdas que derrubam fortalezas dentro de nós." (Sirlei Lima). 

Como é admirável a vida das pessoas que prestam atenção nos detalhes, que valorizam as coisas miúdas do cotidiano. Para ser feliz não há necessidade de volume, mas de intensidade e de sensibilidade. A alegria não depende da grandiosidade de um motivo, mas da capacidade de valorizar as pequenas coisas, que simplesmente acontecem e acabam fazendo parte dos milagres da existência. As surpresas, por exemplo, não precisam ser um megaespectáculo para causar impacto, mas devem estar repletas de muito amor.          

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

O sorriso de uma criança é capaz de desarmar a irritação e de provocar uma grande admiração. Uma flor do campo já alegrou muito mais do que um buquê de rosas importadas. Nestes dias, é mais fácil ser rígido do que ser simples. Porém, o resultado se faz visível na felicidade. Não são poucas as pessoas que se apresentam como verdadeiras fortalezas, mas na verdade são frágeis e sensíveis. Por de trás de toda a rispidez,  normalmente se esconde, em grau elevado, uma profunda carência. 

As crises existenciais possuem um papel interessante, quando se trata de amolecer o coração, pois ajudam para que a vida seja mais simples, pés no chão, gratidão e simplificação, em relação ao consumo. No outono, uma folha avermelhada pode tornar-se um pequeno sinal, fonte de uma suave admiração. Na primavera, o desabrochar das flores rouba as palavras, tornando-se difícil externalizar o que vai no coração. A chuva do entardecer não só renova a terra, mas reaviva um profundo sentimento de vida nova. O mundo está redescobrindo as coisas miúdas: as casas não precisam ocupar todo o quarteirão, o cardápio não necessita de sofisticação e a simplicidade pode ser a melhor marca das peças da estação. Então, menos fortalezas e mais miudezas. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!   

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros