Contemplada no primeiro lote, Bento Gonçalves recebe mais de R$ 800 mil em recursos da Lei Aldir Blanc - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cultura14/09/2020 | 11h14Atualizada em 14/09/2020 | 11h45

Contemplada no primeiro lote, Bento Gonçalves recebe mais de R$ 800 mil em recursos da Lei Aldir Blanc

Valor será utilizado para auxílio a espaços culturais e publicação de editais de fomento 

Contemplada no primeiro lote, Bento Gonçalves recebe mais de R$ 800 mil em recursos da Lei Aldir Blanc Roni Rigon/Agencia RBS
Casa das Artes, principal palco da cultura em Bento Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Bento Gonçalves foi contemplada no primeiro lote da destinação de verbas da lei federal de auxílio emergencial à cultura, a chamada Lei Aldir Blanc. O município recebeu na última quinta-feira (10) o total de R$ 821.369,22 , que será distribuído entre espaços culturais, microempresas  e empresas de pequeno porte que deixaram de realizar atividades culturais durante a pandemia de Covid-19.

Este valor também erá utilizado para a publicação de editais de fomento à cultura, como forma de movimentar artistas e grupos que estão com as atividades paradas ou reduzidas. A intenção, de acordo com a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) é realizar dois editais, com o objetivo de chegar a 100 artistas contemplados. O cadastro seguirá aberto durante todo o período da pandemia, neste link.

Também de acordo com a Secult, 60 espaços culturais já preencheram o cadastro, aberto em julho. Esses espaços deverão pleitear o recebimento do recurso através de processo administrativo, cujo detalhamento será definido em breve. Os valores a serem pagos serão de R$ 3 mil ou R$ 3,9 mil, de acordo com aluguel e número de funcionários (valores acordados entre o Conselho Municipal de Política Cultural e a comunidade, em reuniões públicas). Poderão ser pagas até três parcelas, dependendo da disponibilidade de recursos financeiros e de acordo com o número de solicitações recebidas.

O auxílio emergencial a ser pago diretamente a artistas e trabalhadores da área cultural, em parcelas de R$ 600, será feito pela Secretaria Estadual de Cultura. Até o momento, apenas 12 artistas bento-gonçalvenses se inscreveram. Aqueles que ainda não fizeram seu cadastro devem fazê-lo neste link.

Leia também
Novo empreendimento voltado para o enoturismo no Vale dos Vinhedos aposta na arte como diferencial
Série de entrevistas no Instagram conta a história da dança cênica em Caxias do Sul
Projeto Hip Hop nas Escolas é retratado em documentário sobre economia criativa; assista 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros