Frei Jaime: nunca pensamos tanto na vida - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião01/07/2020 | 08h00Atualizada em 01/07/2020 | 08h00

Frei Jaime: nunca pensamos tanto na vida

A convivência, tão necessária para que a vida seja vida, nos diferentes ambientes, permite a revelação das belas características de cada pessoa

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Amanhece um novo dia e inicia um novo mês... Com determinação e esperança vamos acolher o mês de julho, que abre o 2º semestre de 2020... Nossa fé se intensifica, pois desejamos que o bem aconteça e que a ‘normalidade’ retorne... Nunca pensamos tanto na vida, no cuidado, na saúde, na família, no trabalho, nos amigos... Vai dar tudo certo! Abençoado mês de julho! 

"Tem gente que nasce poesia." (Marcelo de Barros). 

A convivência, tão necessária para que a vida seja vida, nos diferentes ambientes, permite a revelação das belas características de cada pessoa. Um jeito especial de ser brota da individualidade e se multiplica, transformando ambientes, incrementando a alegria e contagiando a bondade. As pessoas são inspiração, a partir da pureza e da essência original, que faz emanar a sabedoria que cada um carrega consigo. No contato diário, as pessoas podem expressar o seu melhor e, também, o que é menos bom. 

Alguns possuem a habilidade de provocar e resgatar as virtudes do outro, permitindo que o coração transborde amor e sensibilidade. Por outro lado, a falta de humildade faz com que alguns corações busquem dentro de si a indiferença, a amargura e a insatisfação de viver.          

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Mas tem gente que nasce poesia, que encanta, que inspira alegra e emite vibrações de felicidade. Ao lado de algumas pessoas, muitos não gostariam de sair, nenhum instante sequer, pois são suaves como a mais bela melodia. Até pouco dias atrás, era praticamente raro encontrar pessoas com um toque poético diário, pois a maioria estava correndo, de um lado para o outro, sem saber mesmo o significado de tanta agitação. Hoje as preocupações são outras, pois um misto de angústia e incerteza perpassa a alma e clamam por esperança. 

Mesmo assim, todos podem absorver a essência e tornarem-se poetas e poetizas. A bondade sempre inspira uma linguagem poética e faz com que o belo se manifeste, através de gestos, admiração, contemplação, palavras, canções, versos e melodias. Muitas pessoas, de forma criativa, transformam sua poesia na solidariedade, no amor ao próximo e na vontade imensa de ajudar quem necessita.  O mundo precisa de muitas pessoas que transbordem poesia, paciência e alegria. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros