Frei Jaime: ainda bem que é possível revestir-se de esperança e seguir em frente - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião10/07/2020 | 09h50Atualizada em 10/07/2020 | 09h50

Frei Jaime: ainda bem que é possível revestir-se de esperança e seguir em frente

A etapa mais difícil já foi superada

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Que a sexta-feira seja bem-vinda e que traga alento e paz a todos... Os pensamentos são muitos, as preocupações também... Ainda bem que é possível revestir-se de esperança e seguir em frente... A etapa mais difícil já foi superada. Agora é seguir nos trilhos do cuidado, sem deixar de viver alegremente... Feliz jornada! 

"Resgatar-se é como dar uma festa e ser, ao mesmo tempo, o anfitrião e o convidado mais esperado." (Marla Queiroz). 

Os ambientes têm a força de inspirar e, também, de direcionar para um jeito único de ser. A atmosfera, dos últimos tempos, remete para uma atitude mais reflexiva, oportunizando que a vida seja pensada e avaliada. É evidente que nem todos estão dispostos, pois resgatar-se é uma tarefa exigente, dolorida, mas muito empolgante. Por mais difícil que seja, a vida precisa ser festejada, não por ser breve, mas por ser intensa e dinâmica. Todos podem ser, ao mesmo tempo, anfitriões e convidados, embalando os melhores sentimentos, mesmo que a mesa não esteja posta.                                

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Cada pessoa tem a oportunidade de se sentir como o convidado mais esperado para um banque, pois a existência é de um valor incalculável. Para tornar a vida uma festa contínua, não há necessidade de reunir muitas coisas. Quanto mais uma pessoa se resgata, mais simples ela se torna e mais esperança ela assimila. O resgate da interioridade permite o encontro com a essência, que dispensa os excessos quanto à aparência. A maioria concorda que a velocidade dos dias não estava levando a lugar nenhum, exceto ao cansaço e aos desconfortos emocionais. O fato de ter que parar, de um dia para o outro, pegou muita gente desprevenida, inclusive sem a habilidade de silenciar e de controlar a ansiedade. Os primeiros dias foram de medo, incerteza e dúvidas. 

Mesmo que a insegurança continue rondando, já é possível perceber que existe uma luz apontando para novas direções. A capacidade que o ser humano tem de se adaptar e de se reinventar já começa a adquirir forma. Resgatar o humano que cada um carregar dentro de si é um processo infindável, com diferentes etapas, mas repleto de surpresas. Quando tudo passar, muitas serão as festas que cada qual poderá fazer consigo mesmo, pois uma nova pessoa foi resgatada à vida. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros