Frei Jaime: queremos muito que tudo passe - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião30/06/2020 | 08h56Atualizada em 30/06/2020 | 08h56

Frei Jaime: queremos muito que tudo passe

Até as festas juninas foram diferentes neste ano

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O mês de junho se despede: hoje dia 30, o último dia do mês 6... Até as festas juninas foram diferentes neste ano... Mas o importante é que chegamos ao final de mais um mês... Queremos muito que tudo passe... Por outro lado, estamos aprendendo tantas coisas, principalmente a espiritualidade e a solidariedade... Continuemos atentos ao que nos cabe neste momento: cuidar de si e dos outros! Vamos que vamos! 

"De que são feitos os dias? Da chama que permitimos nosso coração acender." (Daniel Polcaro). 

A vida acontece ao longo dos dias, semanas, meses e anos. Cada amanhecer é um presente que pode ser desfrutado, a partir das diferentes escolhas e gostos. Ninguém desconhece que viver é uma verdadeira arte, mas nem todos conseguem ver a vida com o olhar do artista. Uma obra de arte é repleta de detalhes e de muitos sentimentos. A distração pode desfigurar a existência e impedir a beleza e a felicidade. Viver com significado é viver de dentro para fora, irradiando bondade e amor, transbordando esperança e alegria. Diariamente é possível reacender a chama do coração, para que ele possa multiplicar a bondade e espalhar a ternura, num tempo de tanta carência afetiva. 

Os dias não serão animados e esperançosos se cada um não acender a chama de luz que carrega dentro de si. O momento é de deixar de lado as mágoas e tristezas e acreditar na serenidade que está à espera de todos, não muito longe de onde cada um se encontra.                        

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

A maior parte das pessoas esperam acordar para ver como será o novo dia. O segredo, porém, é desejar e mentalizar para que o dia seguinte seja bem encaminhado para distribuir muita luz. Os outros até podem ajudar na construção da felicidade, mas cada pessoa é responsável pela luminosidade ou escuridão que carrega no coração. Um sorriso, mesmo que seja com os olhos, pode reacender a alegria da outra pessoa; uma simples palavra é suficiente para devolver a esperança àqueles que estão tristes. 

Os pequenos gestos se tornam grandiosos, quando brotam do amor que se faz doação. A gentileza e a troca de afetos sustentam a união de uma família, fortalecem os laços de amizade e curam muitas feridas emocionais. Os espaços do exercício profissional também necessitam da chama do amor, do respeito, da entreajuda e da proteção. Para não faltar luz em todos os lugares, é necessário que cada um reacenda diariamente a chama que carrega dentro de si. Levar luz: a mais bela missão humana. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros