Com inscrições até quarta-feira, Itaú Cultural lança edital de R$ 600 mil em socorro ao setor audiovisual - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cultura15/06/2020 | 18h00Atualizada em 15/06/2020 | 18h00

Com inscrições até quarta-feira, Itaú Cultural lança edital de R$ 600 mil em socorro ao setor audiovisual

Instituição deve abarcar até 200 trabalhos, com valor bruto de R$ 3 mil cada

Com inscrições até quarta-feira, Itaú Cultural lança edital de R$ 600 mil em socorro ao setor audiovisual Isadora Neumann/Agencia RBS
Para participar é preciso enviar um vídeo seguindo a temática ¿descobertas e/ou redescobertas¿, de até três minutos Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Comprometido em movimentar a economia criativa de maneira rápida e eficaz neste período de pandemia, o Itaú Cultural publicou nesta segunda-feira o sexto edital do pacote emergencial Arte como respiro. Desta vez, o auxílio será voltado aos profissionais do audiovisual – as primeiras edições passaram pelo teatro, música, artes visuais, literatura e poesia surda. A ideia agora é abarcar até 200 trabalhos, com valor bruto de R$ 3 mil cada.

Os interessados precisam ficar atentos ao prazo de inscrição, que encerra nesta quarta-feira, às 23h59min, pelo site. Para participar é preciso enviar um vídeo de, no máximo, três minutos seguindo a temática “descobertas e/ou redescobertas”, podendo ser documentário, ficção ou experimental. Podem se inscrever profissionais atuantes da área, em funções criativas ou técnicas, há no mínimo um ano. Será aceito apenas um vídeo por inscrição e CPF, embora possam ser inscritos trabalhos em coautoria. 

Os trabalhos serão selecionados por colaboradores das áreas artísticas do Itaú Cultural, considerando-se, além dos critérios subjetivos e poéticos, a aderência ao tema, o cumprimento dos requisitos de participação e a análise da atuação profissional do proponente. Os resultados serão divulgados no dia 14 de julho, data que pode ser prorrogada, dependendo do volume de inscritos.

Leia também
Tríssia Ordovás Sartori: Quase pode ser tudo ou nada
Nivaldo Pereira: respostas ao tempo
Pesquisadora bento-gonçalvense resgata em livro a trajetória de pintora italiana do século 17
Socorro à cultura: Caxias do Sul deve receber R$ 3,1 milhões da Lei Aldir Blanc, se esta for sancionada 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros