O drive-in de volta: formato tem renascido como alternativa ao momento de distanciamento social - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Cinema22/05/2020 | 16h15Atualizada em 22/05/2020 | 16h15

O drive-in de volta: formato tem renascido como alternativa ao momento de distanciamento social

Canela ganhará espaço dedicado a este tipo de sessão em junho 

O drive-in de volta: formato tem renascido como alternativa ao momento de distanciamento social Arte de Luan Zuchi/
Assistir filmes ou espetáculos de dentro do carro pode ser uma saída para socorrer a cultura em tempos de pandemia Foto: Arte de Luan Zuchi

A pandemia de coronavírus tem excluído qualquer possibilidade de aglomeração de pessoas desde março, banindo, desta forma, grande parte dos eventos culturais. A decisão, ainda que altamente necessária, acabou gerando uma quebra na economia do setor, que tem pensando em alternativas para colocar artistas e público frente a frente outra vez. Além das já tradicionais apresentações em formato de lives, outra iniciativa que vem ganhando força ao redor do país são os cinemas drive-in. Na Serra, uma das primeiras ações neste estilo será realizada neste fim de semana, em Flores da Cunha. A Vinícola Luiz Argenta organizou sessões no formato drive-in para este sábado e domingo, em comemoração ao Dia do Vinho. Com ingressos individuais a R$ 50, as sessões estão esgotadas, o que demonstra o interesse do público neste tipo de iniciativa.

Canela, uma das cidades da região mais procuradas por turistas, vai ganhar um drive-in para funcionar de forma definitiva na cidade. O investimento é do Grupo Dreams Entertainment, que administra empreendimentos como o Museu de Cera Dreamland e o Super Carros, em Gramado. O Drive In Cinema-Show vai abrir as portas no dia 6 de junho, localizado dentro do Vale dos Dinossauros, empreendimento que o grupo mantém em Canela. A ideia é que as sessões ocorram sempre aos sábados, às 19h (ou quando escurecer), quinzenalmente. De acordo com o argentino Fernando Nieva, gerente do grupo, o filme de estreia deverá ser escolhido pelo público, por meio de enquete nas redes sociais. O cinema trabalhará com a exibição de filmes clássicos, e não de estreias.

— Estamos torcendo para que as pessoas escolham o Jurassic Park, seria bem especial por causa do local — diz ele. 

Conforme Nieva, as sessões serão temáticas, desta forma, a sessão de cinema será sempre precedida por uma apresentação artística, envolvendo números de música ou teatro. Desta forma, o empreendimento também estaria contribuindo com os profissionais que vivem em cidades como Gramado e Canela e que têm sofrido com o impacto dos cancelamentos da geralmente extensa programação cultural dessas cidades. 

— Queremos valorizar os artistas locais, por isso, sempre haverá um show de abertura antes da exibição do filme. Num total, entre artistas e funcionários que trabalharão com a gastronomia e infraestrutura, serão cerca de 30 pessoas envolvidas — adianta o empresário.

Para garantir a segurança dos espectadores, cada carro poderá ter no máximo duas pessoas e estacionar respeitando distância mínima entre um e outro. A saída do veículo só será permitida para ir ao banheiro, ação que será guiada por funcionários.  A capacidade do estacionamento será para 50 carros. Ainda falando em estrutura, o telão onde serão exibidos os filmes terá tamanho de 4,5 por 3,5 metros. Já o som, será propagado por  rádio FM diretamente a cada carro, justamente como antigamente. 

O Drive In Cinema-Show de Canela terá ainda cardápios de fast food — para lembrar do país onde o formato de cinema ao ar livre, com espectadores dentro do carro, se popularizou. Para garantir que ninguém saia dos carros, os pedidos serão feitos pelo WhatsApp. Opções especiais serão pensadas para cada sessão. 

— Por exemplo, se o filme for japonês podemos oferecer sushi. Se for o Jurassic Park, podemos pensar num hambúrguer de dinossauro, de mentirinha, claro — prospecta Nieva.

O Drive In Cinema-Show ficará dentro do Vale dos Dinossauros de Canela, mais especificamente no estacionamento do Museu do Caminhão, mais novo empreendimento do Grupo Dreams que ainda não abriu as portas. O valor de ingressos ainda não foi definido, mas deverá se aproximar dos R$ 25 por pessoa, de acordo com Nieva. O investimento do grupo na abertura do cinema não foi revelado. 

Uma Segunda Chance para Amar (2019), com Emilia Clarke e Emma Thompson<!-- NICAID(14343692) -->
"Uma Segunda Chance ara Amar" será atração no Iguatemi CaxiasFoto: Universal / Divulgação

Projetos também em Caxias do Sul

Os projetos no estilo drive-in pensados para Caxias do Sul até semana passada esbarravam nas normas de segurança para evitar a propagação do coronavírus vigentes na cidade. Em contato com alguns proponentes de iniciativas neste estilo, a prefeitura de Caxias definiu então novas regras para viabilizar a realização dos eventos (documento está sendo finalizado e deverá tramitar entre as secretarias de Saúde e Urbanismo na próxima semana). Entre as normativas previstas estão, por exemplo, a distância mínima de dois metros entre cada veículo, carros com no máximo duas pessoas (de máscara), a proibição de venda de bebidas e comidas, e a ocupação de no máximo 50% da capacidade do estacionamento utilizado.  

Uma das primeiras ações de cinema drive-in já confirmadas é a que será realizada pelo shopping Iguatemi Caxias, em parceria com o Grupo RSCOM. A sessão será no dia 19 de junho, às 20h, com exibição do filme Uma Segunda Chance para Amar (2019). O shopping ainda estuda em qual parte do estacionamento deverá instalar o telão, porém, a ideia inicial é que ele fique nas imediações da entrada próxima à loja Renner.

Os valores de ingressos ainda não foram divulgados pelo Iguatemi, porém, já está certo que todo o valor arrecadado com as vendas serão repassados a ações sociais. Parte do dinheiro irá para a Associação Criança Feliz e outra parte será revertida aos artistas da cidade (por meio de um edital emergencial para produção cultural digital), numa parceria entre o shopping, a Cali Gestão Cultural e o Instituto Cultural Taru. 

Outra iniciativa prevista para movimentar a cidade nos moldes de cinema drive-in é a organizada pelas empresas Progressiva Som e Luz e Vip Som e Luz. O plano é realizar uma sessão filantrópica nos pavilhões da Festa da Uva. O evento está previsto, inicialmente, para ocorrer no Dia dos Namorados (a data, porém, ainda não foi confirmada, assim como outros detalhes sobre a sessão).

Também nos Pavilhões estava prevista para ocorrer uma iniciativa da produtora cultural Cali Troian. A ideia, batizada de Cultura Drive In, foi apresentada por ela para a prefeitura de Caxias com o intuito de estimular o setor cultural da cidade. Um dos principais diferenciais da iniciativa é que ela não iria envolver somente cinema, mas também outros tipos de apresentações culturais (apresentações de música, teatro, etc.) nas quais o público acompanharia sempre sem sair do carro. O projeto, no entanto, esbarrou em alguns impeditivos.

— Num primeiro momento, eles liberariam somente o cinema, então, o projeto Cultura Drive In com apresentações de shows e espetáculos não estaria liberado. Seria somente o cinema, e não seria permitido nem crianças, nem idosos, o que tiraria ali uma boa parte de público. Também comentaram que não poderia ser cobrado o ingresso, só se fosse num espaço privado. Então entendi que não teria motivos pra fazer o projeto, já que o desenvolvi para ativar a cadeia da cultura, contratar profissionais que pudessem trabalhar adaptados à atual situação. Reforcei que não era um evento beneficente, sem fins lucrativos. A ideia era de um evento para promover ações culturais às pessoas, sim, mas também para promover emprego e renda — aponta a produtora, que estuda agora novas maneiras de viabilizar o projeto Cultura Drive In.

O produtor cultural Robinson Cabral também foi em busca de como viabilizar sessões de cinema drive-in com a prefeitura. Ele recebeu uma demanda da comunidade de São Roque, em Forqueta. Os moradores queriam realizar uma sessão para arrecadar alimentos (que seriam doados a famílias em situação de vulnerabilidade). Além disso, Cabral chegou a cogitar uma adaptação da programação Forqueta Cultural, que inclui sessões de cinema, ao estilo drive-in. No entanto, desistiu da ideia por enquanto.

— O cenário não é dos melhores, não ficamos seguros em realizar estes eventos agora — diz.

Mesmo com as ideias suspensas por enquanto, Cabral sugere iniciativas que a prefeitura poderia tomar neste momento. 

— Seria interessante que apoiassem ideias que gerassem verba e que poderia ser, posteriormente, investida em ações culturais que chegassem na periferia, já que as sessões drive-in têm um cunho elitista por serem restritas a quem tem carro — defende.  

Estréia hoje a comédia romântica O Amor Não Tira Férias, sobre duasmulheres que mudam de lugar uma com a outra para espantar a tristeza de fim de ano. Iris (Kate Winslet) é uma jornalista inglesa que vai para Los Angeles, ondeconhece Miles (Jack Black), um espirituoso produtor de trilhas para cinema. Duas histórias de coração partido se cruzam às vésperas do Natal. Mesmo sem se conhecer, a produtora de trailers de cinema Amanda (Cameron Diaz), nosEstados Unidos, e a jornalista Iris (Kate Winslet), na Inglaterra, combinam pela Internet esquecer as mágoas atravessando o oceano para passar duas semanasuma na casa da outra. Aí começa mais uma aventura.#PÁGINA:01 Fonte: UIP<!-- NICAID(1885840) -->
Vinícola de Garibaldi exibirá "O Amor Não Tira Férias"Foto: Divulgação / Ver Descrição

Vinícolas apostam na ideia

Nos moldes do que está marcado para ocorrer neste fim de semana na Luiz Argenta, em Flores da Cunha, outra  vinícola da Serra também está programando sessão ao estilo drive-in. A Peterlongo, de Garibaldi, já promove tradicionalmente sessões ao ar livre denominadas Wine Movie. A ação ganha agora uma adaptação para os tempos de distanciamento social. Marcado para o dia 13 de junho, o encontro ocorre às 18h, no estacionamento do estabelecimento. A atração será o romance O Amor Não Tira Férias, escolha alusiva ao Dia dos Namorados.

Durante a sessão, o público poderá consumir pratos, bebidas e pipocas servidos diretamente nos carros. A vinícola sugere a ocupação de, no máximo, três pessoas por veículo. O espaço comportará 50 veículos. Os ingressos custarão R$ 40 por pessoa, à venda pelo link.

CALENDÁRIO DE SESSÕES DRIVE-IN NA SERRA*
:: Dias 23 e 24 de maio, às 18h, na Vinícola Luiz Argenta de Flores da Cunha (ingressos esgotados).
:: Dia 6 de junho, às 19h, no Drive In Cinema-Show, que fica no Vale dos Dinossauros de Canela.
:: Dia 12 de junho (data prevista, porém, ainda não confirmada), nos pavilhões da Festa da Uva, em Caxias.
:: Dia 13 de junho, às 18h, na Vinícola Peterlongo, de Garibaldi.
:: Dia 19 de junho, às 20h, no Iguatemi Caxias.

* Se você sabe de outras iniciativas no estilo drive-in na Serra, compartilhe conosco pelo siliane.vieira@pioneiro.com

Leia também
Viaje sem sair de casa: zona arqueológica de Tula preserva a cultura tolteca
Viaje sem sair de casa: conheça a o aqueduto no México que é Patrimônio Mundial da Unesco
Viaje sem sair de casa: conheça a cidade mexicana de Tepeapulco 
Site oferece passeios virtuais guiados pelo Brasil
Na Cozinha: chocolate quente para aquecer o fim de semana
Feira do Livro de Caxias define data para edição 2020
Lucio Yanel e Yangos lançam registro ao vivo gravado em 2012

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros