Frei Jaime: ninguém vive sem construir uma experiência que envolve amar e ser amado - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião18/05/2020 | 09h30Atualizada em 18/05/2020 | 09h30

Frei Jaime: ninguém vive sem construir uma experiência que envolve amar e ser amado

O processo de tornar-se sujeito, no sentido de humanização, é simplesmente encantador

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando aos poucos... Os compromissos continuam, mas o ritmo já não é mais tão acelerado... Que bom poder iniciar, ao mesmo tempo, um novo dia e uma nova semana! O pior já foi superado... O cuidado é a melhor medicação na prevenção e na cura... O importante é manter a serenidade e fazer o melhor que estiver ao alcance de cada um... Vamos que vamos! Feliz semana! 

"Você é o que espalha e não o que junta." 

O processo de tornar-se sujeito, no sentido de humanização, é simplesmente encantador. Enquanto cada um vive os seus dias, o ‘vir a ser’ adquire forma e intensidade. Cada pessoa é o resultado de suas buscas e da interação com o meio. As condições mínimas se voltam para a dignidade do existir. Porém, o ser humano é muito maior do que a existência física. O afeto é tão importante quanto o alimento. Ninguém vive sem construir uma profunda experiência que envolve o amar e ser amado. Nos caminhos do mundo, cada qual vai semeando diferentes sementes que, um dia, germinarão.          

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Ser semeador é algo muito dinâmico e esperançoso. É comum encontrar pessoas que semeiam respeito, bondade, silêncio, paz e muitos outros bens, que tornam a vida e a convivência muito felizes. Como são especiais as pessoas que espalham a semente da bondade: estão sempre sorrindo, encaram a adversidade e não aceitam desanimar. Por outro lado, é possível encontrar, neste universo marcado pela diversidade, algumas pessoas que não sabem semear, apenas se focam em recolher. Mas como colher se não houve semeadura? A passagem por este mundo tem que valer a pena. Não são poucos os que pensam somente em acumular coisas materiais. 

Porém, a alegria da existência reside no bem que é vivenciado e semeado, durante a trajetória por este mundo. Todos poderiam ser mais felizes se houvesse mais atenção no semear do que no recolher. A colheita é sempre alegre quando o empenho em espalhar a semente, nos diferentes solos, reuniu as melhores energias. Cada um acaba sendo aquilo que espalha, dentro e fora de casa. Ninguém se arrepende de ser uma pessoa do bem, equilibrada emocionalmente, sensível diante do sofrimento dos outros, ética em qualquer situação e centrada espiritualmente. As grandes crises sempre geraram marcantes mudanças. Que os próximos tempos favoreçam e fortaleçam as pessoas que sabem semear amor por onde passam. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

Leia também
Como empreendedores de Caxias estão enfrentando as incertezas causadas pelo coronavírus
Artistas caxienses contam como tentam se adaptar à nova realidade temporária, após a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros