Frei Jaime: é confortante saber que alguém aliviou seu peso emocional - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião19/05/2020 | 09h20Atualizada em 19/05/2020 | 09h20

Frei Jaime: é confortante saber que alguém aliviou seu peso emocional

A existência é uma dádiva

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O amanhecer convida à celebração da vida... A existência é uma dádiva, um dom de Deus... Para viver bem basta ser agradecido por tudo e por todos... É mais comum reclamar e expressar insatisfação, mesmo não tendo motivos mais sérios, do que vibrar por estar vivo... Ser otimista é uma escolha de vida, é uma atitude que rende muitos resultados positivos... Abençoada terça-feira! 

"Quando você escuta o outro, está dizendo para ele: eu tenho um lugar para você em mim." 

A vida se encontra com a felicidade, quando é dada a devida atenção para o outro, principalmente através da escutar. Emprestar o ouvido para quem quer relatar ou desabafar um sentimento é um gesto grandioso de amor. As pessoas moram em suas residências, mas afetivamente elas necessitam morar no coração dos outros. Quando alguém passa a ter residência afetiva na outra pessoa, tudo torna-se mais leve e solucionável. Por muito tempo, o rigor foi mais exercitado do que o afeto. A lei não contemplava um espaço para verbalizar aqueles sentimentos, que sempre careceram de ternura e de expressão. Ainda hoje, muitos desconhecem e até maltratam o lado afetivo, que inspira um jeito especial de viver. As pessoas precisam de tão pouco, mas não dispensam o singelo ato de serem escutadas. A tecnologia da informação agregou facilidades, mas acabou roubando o pouco tempo que existia para trocar olhares, diálogos e abraços.            

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

A solidão é um dos sintomas sociais, que cresce desproporcionalmente. Muitas pessoas estão sozinhas, pois ninguém as escuta. Não são poucos os pais que não têm tempo para escutar atentamente seus filhos, assim como muitos filhos já não escutam os pais como deveriam. As palavras são multiplicadas e a escuta acaba, então, diminuindo. 

Quem se reveste de paciência e dedica tempo para ouvir descobre o universo da outra pessoa. O maravilhoso exercício da escuta dá existência afetiva e possibilita, quando necessário, a superação de muitas situações doloridas. Em muitos momentos, as pessoas não necessitam de ajuda material, mas de alguém que empreste os ouvidos para partilhar o que pesa em seu coração. É simplesmente confortante saber que alguém aliviou seu peso emocional unicamente por ter tido a oportunidade de falar dos seus sentimentos e problemas. Escutar o outro é acolher, é dizer que há um lugar para ele no coração. Conviver é algo simplesmente maravilhoso. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

Leia também
Como empreendedores de Caxias estão enfrentando as incertezas causadas pelo coronavírus
Artistas caxienses contam como tentam se adaptar à nova realidade temporária, após a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros