Desgraças na cozinha: te indicamos dois perfis e um programa para rir das gororobas alheias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Humor21/05/2020 | 15h36Atualizada em 21/05/2020 | 15h59

Desgraças na cozinha: te indicamos dois perfis e um programa para rir das gororobas alheias

A vida real é uma ótima matéria-prima para o entretenimento

Desgraças na cozinha: te indicamos dois perfis e um programa para rir das gororobas alheias Netflix / Reprodução/Reprodução
Programa "Mandou Bem" diverte com participantes que tentam reproduzir, geralmente sem sucesso, bolos muito elaborados Foto: Netflix / Reprodução / Reprodução

Faz tempo que a união entre gastronomia e entretenimento vem dando muito certo em plataformas como a televisão e a internet. Das receitas de Ana Maria Braga e Palmirinha a realities como Masterchef e Mestre do Sabor, passando pelos inúmeros programas de YouTube com dicas de cozinha, dá para afirmar sem medo que esse nicho é um dos mais explorados e consumidos atualmente. Mas o que acontece quando meros mortais sem muitas aptidões na cozinha tentam reproduzir receitas em suas casas? Bem, aí acontece a vida real, que também é uma ótima matéria-prima para o entretenimento.

O período de distanciamento social incentivou que as pessoas se aventurassem muito mais na cozinha. O resultado disso não poderia ser outro: gororobas para dar e vender. Enxergando um potencial cômico nisso, surgiram iniciativas como o perfil de Instagram @chefsnaquarentena, atualmente com 160 mil seguidores. Aqui a regra é uma só: compartilhar o que deu errado, rir de si mesmo e fazer a alegria de muita gente que se identifica com isso.

Além do @chefsnaquarentena, nós separamos outras dicas igualmente divertidas para quem não se leva tão a sério na cozinha. Afinal, não são todos os tipos de derrotas que podem gerar tanta risada quanto as derrotas do universo gastronômico.  

Chefs na Quarentena, perfil de Instagram que exalta a falta de talento na cozinha<!-- NICAID(14504770) -->
Bolo enviado ao perfil Chefs na QuarentenaFoto: Instagram / Reprodução

Chefs na Quarentena (@chefsnaquerentena

Eis aqui um produto direto do momento de distanciamento social. O perfil foi criado por sete amigas que gostavam muito de compartilhar (via WhatsApp) suas aventuras na cozinha. Acontece que, geralmente, essas aventuras envolviam receitas dando errado, o que as divertia amplamente. Assim veio a ideia do perfil, que arrebanhou mais de 160 mil seguidores compartilhando fotos de comidas que exibem um visual, digamos, não muito apetitoso. “A gente sabia rir das nossas trapalhadas e sabia que outras pessoas poderiam estar passando o mesmo perrengue na cozinha. O que a gente não podia imaginar era o poder de um sorriso. A gente não podia imaginar o tanto de gente que nos procuraria pra agradecer pelas gargalhadas. Todo mundo fala do poder da internet, a gente quer exaltar o poder do sorriso e da empatia”, escreveu o perfil, quando completou um mês de vida, no último fim de semana.

Uma lasanha queimada e seca foi a primeira postagem do @chefsnaquarentena, que depois ampliou seu leque para desastres na AirFrayer, bolos desmoronando, e outras deformações gastronômicas. 

Comidas Feia, perfil de Instagram que exalta a falta de talento na cozinha<!-- NICAID(14504769) -->
Perfil Comidas Feia mostra pratos que não parecem muito apetitososFoto: Instagram / Reprodução

Comidas Feia (@comidasfeia)

Este é o representante da Serra no quesito falta de talento para cozinha. O Comidas Feia (escrito assim, com um plural somente, de propósito) criado por amigos de Garibaldi começou a bombar no Facebook ainda em 2015, plataforma na qual atualmente possui 416 mil curtidas. Eles também estão no Instagram, com 37 mil seguidores. Desde o começo, a ideia era reunir contribuições catastróficas do público. E pode-se dizer que a missão tem sido cumprida com sucesso.

O forte aqui são comidas com uma aparência tão desgraçada que é até difícil imaginar alguém se alimentando daquilo – porém, que atire a primeira pedra quem nunca comeu algo potencialmente feio. As legendas são outro ponto positivo do perfil, que possui um humor tão peculiar quanto os pratos que apresenta. Quando você perceber, já estará usando em seu dia a dia termos como comida de bueiro, comida assombrada, comida fecal, comida radioativa e por aí vai. Pelos nomes, você deve ter percebido que não se trata de um perfil indicado para quem tem estômago sensível.

Programa Mandou Bem, da Netflix<!-- NICAID(14504766) -->
Reproduções dos participantes do "Mandou Bem" costumam ficar hiláriasFoto: Netflix / Reprodução

Mandou Bem (Netflix)

A Netflix tem uma infinidade de programas indicados para quem gosta de culinária. Mas nenhum deles vai te arrancar tantas gargalhadas quanto “Mandou Bem”. Com quatro temporadas disponíveis – o que demonstra como a ideia deu certo – o programa investe numa fórmula bem simples. Aqui, confeiteiros de fim de semana tentam reproduzir um bolo sempre muito elaborado. Os participantes têm a receita e todos os ingredientes a mão, mas isso nunca é garantia de que o resultado vai dar certo. 

A comparação do bolo feito pelos participantes com o bolo original que eles deveriam imitar é quase sempre o momento mais engraçado do programa. Outro acerto da atração é a escolha por uma comediante como apresentadora, a ótima Nicole Byer; e por um chef profissional completamente boa praça, o francês Jacques Torres. Aliás, Jacques foge completamente do perfil exigente e ranzinza dos chefs que costumam povoar os programas de gastronomia. Se você gostar da fórmula, pode curtir ainda as versões do programa no México, França, Alemanha e Espanha.

Leia também
Meu Pequeno Festival, dedicado à música infantil, tem etapa com artistas de Caxias
Na Cozinha: vamos aprender a fazer polenta com molho funghi?
André Costantin: jogo ruim
Caxiense Sérgio Luiz Maciel Filho mostra obras de "Expande Feito Líquido", neste sábado
Interessados em se apresentar na Mostra Tum Tum têm até o dia 26 de maio para se inscrever
Farina Brothers realizam live solidária nesta quinta
Sesc promove série de lives com artistas de Caxias 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros