De casa, estudantes da UCS criam vídeo para comemorar o Dia Internacional da Dança - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Dança29/04/2020 | 11h01Atualizada em 29/04/2020 | 11h13

De casa, estudantes da UCS criam vídeo para comemorar o Dia Internacional da Dança

Em forma de "challenge", iniciativa estimulou alunos a mostrarem suas coreografias e desafiarem colegas

De casa, estudantes da UCS criam vídeo para comemorar o Dia Internacional da Dança Reprodução/
Foto: Reprodução
Pioneiro
Pioneiro

Em tempos de distanciamento social, os alunos do curso de Licenciatura em Dança da Universidade de Caxias do Sul (UCS) resolveram comemorar o Dia Internacional da Dança, celebrado nesta quarta-feira (29), de uma forma diferente. Eles criaram um vídeo, no formato "challenge" (desafio), onde mostram suas coreografias individuais, cada um em sua casa, claro, e desafiam o próximo bailarino a seguir com a dança. Na gravação, os dez alunos participantes puderam explorar seu gênero preferido, organizar o próprio figurino — que foi de vestimentas mais simples ou cotidianas ao K-Pop e Hip Hop —, além de desenvolver um roteiro sequencial.

Leia mais
Dançarinos de Caxias do Sul promovem bate-papo online no Dia Internacional da Dança

— Os estudantes têm sua origem na dança marcada por diferentes gêneros de dança, por isso não queríamos delimitar um tema específico. A organização partiu dos próprios alunos e buscou explorar a versatilidade deles, com variações indo dos tribais ao ballet. Os alunos queriam deixar claro de onde eles vêm, e o que carregam com mais verdade — explica a professora Sabrina Marques Manzke, uma das coordenadoras do projeto "Dança: diálogos entre produção e prática".

A professora ressalta ainda que a iniciativa buscou reafirmar a importância da arte e da dança, mesmo em meio ao distanciamento gerado pela pandemia de coronavírus.

— Estamos em isolamento e não queríamos deixar o Dia Internacional de Dança passar em branco. Com essas pequenas ações queremos reafirmar a importância da arte e da dança, porque elas nos mostram como é possível sorrir de dentro de casa, mesmo que o cenário de fora não seja muito otimista.

Abaixo, confira o resultado do trabalho:

Leia também
Após 13 anos, Mississippi Delta Blues Bar fecha as portas na Estação Férrea de Caxias
Com edição física ainda indefinida, Festival Varilux de Cinema Francês disponibiliza títulos online
Toyo Bagoso lista três lembranças marcantes do Mississippi Delta Blues Bar

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros