Frei Jaime: o cuidado deixou de ser uma palavra para tornar-se uma ação - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião19/03/2020 | 06h10Atualizada em 19/03/2020 | 06h10

Frei Jaime: o cuidado deixou de ser uma palavra para tornar-se uma ação

Alguns cuidados podem favorecer muitas descobertas

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! A quinta-feira chega trazendo novas oportunidades de vida e de realização... Alguns cuidados podem favorecer muitas descobertas... As pessoas andavam um pouco distantes umas das outras, inclusive nas famílias! Que este tempo seja de muita e qualificada convivência! Vamos que vamos! Hoje é dia de São José, padroeiro das famílias! Que ele interceda junto a Deus por todas as famílias, principalmente para as que mais sofrem! 

"Cuide de você, sobretudo por dentro. Se ofereça amor, perdão. Se abrace. Se queira tão bem, mas tão bem, a ponto da vida olhar para você e dizer: essa pessoa sabe cuidar do seu jardim." (Matheus Rocha). 

O cuidado deixou de ser uma palavra para tornar-se ação rotineira. Ele sempre existiu mas, nestes dias, o cuidado passou para o status de relevância e prioridade. A humanidade não tem uma história marcada pelo cuidado. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

A agressão ao planeta é uma demonstração de descuido generalizado. As consequências são visíveis e o sofrimento nada mais é do que um retorno natural da ‘mãe terra’. Porém, para exercitar o cuidado com os outros e com o meio ambiente, o ser humano necessita entender o significado do autocuidado. São muitas as pessoas que mendigam atenção, olhares, abraços, elogios e afeto. Viver somente pelo bem dos outros, pode esvaziar as motivações e comprometer a própria realização.

O melhor aprendizado, em tempos de retirada e de reiterada privacidade, consiste em desenvolver um olhar mais terno para consigo mesmo. Cuidar-se por dentro é uma grandeza que merece aplauso. Para ficar em casa, não há a necessidade de muitos incrementos. No entanto, só fica bem à vontade, na própria casa, quem sabe direcionar afeto para si mesmo. A vida de cada pessoa pode ser um jardim ou um canteiro de erva daninha. Tudo é questão de escolha, de opções e de vibração. Não são poucos os que impedem o florescimento da paz, pois não aceitam perdoar-se. Oferecer amor a si mesmo é ser capaz de acolher determinadas circunstâncias, que poderiam ser diferentes, mas não são. 

A paciência consigo mesmo é um gesto de amor; a capacidade de agradecer mais e reclamar menos é um luminoso sinal de amorosidade. Cuidar-se por dentro é eliminar o que magoa, entristece e rouba o encantamento. Faz tempo que você não dá um abraço para você mesmo? É interessante aproveitar a quietude externa para abraçar-se mais intensamente. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Restauro do pórtico de Ana Rech, em Caxias, tem previsão de retomada na próxima semana
Atividades em Caxias neste domingo alertam para o aumento dos números de feminicídios e as lutas das mulheres
Justiça nega pedido de anulação de impeachment de prefeito de Caxias do Sul 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros