Frei Jaime: não é uma pausa na vida e, sim, uma vida na pausa - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião23/03/2020 | 08h27Atualizada em 23/03/2020 | 08h27

Frei Jaime: não é uma pausa na vida e, sim, uma vida na pausa

A todos foi imposta uma parada que tem muitos significados: convivência consigo mesmo e com os familiares, cuidado redobrado para com a saúde...

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O amanhecer continua silencioso, mas o coração está repleto de esperança e de coragem... Estamos limitados quanto ao deslocamento, mas não impedidos de amar a vida e, por isso, cuidá-la com muita atenção! Na história da humanidade, nunca o planeta viveu a mesma experiência, ao mesmo tempo! É dolorido pensar nas vítimas... Nossa oração suba aos céus, carregando nossos pedidos e nosso desejo de que tudo passe... Perder a esperança? Jamais! Abençoada semana!

"Não é uma pausa na vida e, sim, uma vida na pausa." 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

A velocidade tornou-se, há tempo, a marca de todos. Em qualquer recanto, a pressa intimidava e obrigava a assimilação da agitação. O mundo imprimiu um ritmo distante da naturalidade da existência. A grande maioria sempre correu por causa do material. Era necessário ter mais, acumular exageradamente, lucrar selvagemente e dedicar, consequentemente, pouco tempo para respirar e conviver. A pressa é capaz de roubar os melhores sentimentos e de fragilizar o pertencimento. Não são poucos os humanos que, agora, sentem-se inúteis, pois a única coisa que sabiam fazer era lidar com negócios. O amor ao próximo, fonte de tanta alegria, era e é praticado por uma minoria. Todos estão experimentando o que significa colocar a vida numa pausa, que ninguém sabe quando cessará. O amanhecer da normalidade pode estar próximo, como também pode estar distante.

Ninguém escolheu fazer esta pausa. A todos foi imposta uma parada que tem muitos significados: convivência consigo mesmo e com os familiares, cuidado redobrado para com a saúde, criatividade na ocupação do tempo, exercício acentuado de autodomínio e de incremento da esperança. Quem nunca acreditou em nada, que descartou a transcendência da sua vida, certamente acaba tendo maior dificuldade para administrar a ansiedade. Quando tudo isso vai passar? Quando as nuvens da incerteza cederão espaço para o raiar da felicidade? O tempo é implacável, não se deixa dominar. Talvez, cedo ou tarde, a humanidade, com todos os incrementos tecnológicos, tivesse que passar por um período de pausa. Ninguém deve ter dúvidas de que tudo terminará bem. A lição está sendo muito difícil. O importante é estar preparado para o exame final. Um outro mundo está ressurgindo, um novo ser humano está sendo gestado, a terra aprendeu a olhar longamente para o céu, a criatura recordou-se do Criador. Depois da pausa, será proibido ultrapassar a velocidade do bom senso e os limites do amor.

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Como setores da economia caxiense estão lidando com a quarentena imposta pela covid-19
Com pandemia de coronavírus,  trabalho de casa ganha força
Jornais brasileiros unificam capas em ação que destaca papel essencial do jornalismo no combate à covid-19

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros