Frei Jaime: estamos mais quietos, mas plenos da vontade de que tudo termine bem - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião30/03/2020 | 08h16Atualizada em 30/03/2020 | 08h16

Frei Jaime: estamos mais quietos, mas plenos da vontade de que tudo termine bem

Quantas lições, quanto aprendizado 

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Um novo dia e uma nova semana amanhecem para todos nós... Não estamos vivendo a normalidade costumeira, mas a esperança não está ausente... Estamos mais quietos, mas plenos da vontade de que tudo termine bem... Tudo vai dar certo! Nós cremos em Deus! Um dia recordaremos dessa experiência jamais imaginada... Quantas lições, quanto aprendizado! Seremos humanos melhores, com certeza! Abençoada semana! 

"A vida não ensina ser forte, ela obriga." 

Alcançar a plenitude é uma aspiração comum. Todos desejam mais vida, novas experiências, realização de sonhos, bem-estar e estabilidade interior. A vida é feita de inquietude, onde o querer ser inspira a superação e a busca por realização se intensifica. Toda a semente quer germinar, toda plantinha almeja crescer. A existência carrega consigo o gérmen do desenvolvimento. Porém, a vida enfrenta diferentes momentos e ninguém será consultado previamente para saber se está ou não preparado para dar conta de determinados desafios. Os problemas não chegam somente quando a pessoa tem estrutura para suportá-los. 

Na maior parte das vezes, de uma hora para a outra, é necessário ser forte, mesmo sendo fraco. De fato, a vida não ensina a ser forte, ela simplesmente exige. Quantas vezes o desânimo tenta tomar conta, mas não tem outra saída, é necessário abraçar a situação e dizer para si mesmo: ‘vou conseguir!’ A fortaleza que todos deveriam ter é interior, brota de dentro para fora, a partir do cultivo da espiritualidade. Não é a força física que determina quem será vitorioso. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

As pessoas decididas, quanto o valor da vida, são capazes de enfrentar as maiores batalhas, sem se desgastar pelo medo e pela insegurança. Sim, a vida obriga a ser forte, sem murmuração e sem desequilíbrio. Nas provações, muitos ficam admirados, pois não sabem de onde veio a força que sentem. Existe um mistério que perpassa o ser humano e provoca uma verdadeira transformação. Onde a espiritualidade tem espaço, a fraqueza e o medo não criam raízes. 

Quem vive de forma superficial, dificilmente tem a energia necessária para sustentar e realimentar a esperança e o otimismo. A única opção da vida deveria ser justamente ter que ser forte. Muitos não se autoconstroem, pois simplesmente vivem e aproveitam de forma inconsequente os diferentes momentos. Não basta saber curtir a vida, é essencial ter uma envergadura capaz de suportar as dificuldades e de multiplicar as alegrias. Viver é maravilhoso! 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

Leia também
Como empreendedores de Caxias estão enfrentando as incertezas causadas pelo coronavírus
Confira como os partidos em Caxias se posicionam com relação à cogitação de adiamento do processo eleitoral
Artistas caxienses contam como tentam se adaptar à nova realidade temporária, após a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros