Frei Jaime: é muito importante incrementar o cotidiano com espiritualidade e gratidão - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião03/03/2020 | 06h10Atualizada em 03/03/2020 | 06h10

Frei Jaime: é muito importante incrementar o cotidiano com espiritualidade e gratidão

Eles até podem dar retornos, mas cada um deve trabalhar a sua autoestima, a partir do realismo e da autenticidade

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando aos poucos... É muito bom viver a normalidade dos dias e dos compromissos... Porém, é muito importante incrementar o cotidiano com a espiritualidade e com a gratidão. Quem sabe agradecer, sabe ser feliz. Vamos que vamos! 

"Nem todos que estão a sua volta estão torcendo pela sua felicidade. Compreenda isso." (Daniel Duarte). 

Viver é um milagre que faz brotar, das profundezas do ser, diferentes manifestações de gratidão. Encaminhar a vida para que a mesma se encontre com seu propósito é condição para que a realização aconteça. Ninguém é totalmente feliz sozinho, isolado, sem construir trocas com os demais. Os humanos se completam. De fato, todos poderiam contribuir com a felicidade de todos. Porém, é de conhecimento amplo e comum que a felicidade dos outros acaba sendo fonte de infelicidade para alguns. Nem todas as pessoas dão um pouco de si para ver o outro feliz. A inveja tem subsistido, apesar dos avanços da humanidade. Pessoas altamente competentes também sentem inveja de que está se saindo bem, numa determinada área. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Não convém gastar tempo com isso, mas nem todos os que estão próximos torcem para que o outro vá bem e alcance seus objetivos. Existe uma competição desnecessária entre iguais, como se a felicidade fosse numa única porção, não suficiente para todos. A felicidade está ao alcance de todos e em quantidade adequada para contemplar a humanidade de todos os tempos. Ser feliz é uma determinação pessoal. Seria interessante que todos se unissem para desejar e construir a felicidade mútua, mas não é essa a realidade. 

A saída, então, é ter consciência de que a busca pela felicidade, muitas vezes, se dá na solidão. Nem sempre é saudável contar detalhadamente os próprios sonhos para todos, nem é necessário guardar como se fosse um segredo inviolável. O importante é viver serenamente, sabendo que os aplausos normalmente são tímidos e o apoio não vem daqueles que mais se espera. Ainda bem que é possível contar com corações generosos, que não fazem barulho, mas que estão sempre atentos para estender a mão e abraçar demoradamente. Quem compreende a realidade, acerta na felicidade. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Criança morre baleada após casa ser invadida em Bento Gonçalves
A história da gringa que comanda uma das casas de lanches mais tradicionais de Caxias do Sul
Carnaval de Rua de Caxias de Sul leva três mil pessoas à Rua Sinimbu

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros